De outros

Vinhos de todos os EUA

Vinhos de todos os EUA


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

O quarto de julho está quase chegando, e nós do Daily Sip estamos erguendo uma taça para os Estados Unidos e todos os seus vinhos magníficos! Em homenagem ao Dia da Independência, experimente o seu caminho "de mar em mar brilhante" com estes vinhos de todo o país.

Virginia tem uma longa história de produção de vinho, que remonta à colonização do século 17. Brinde ao Tio Sam com uma taça de Reserva Cabernet Franc 2007 do Vale do Hudson em Nova York. Cabernet franc realmente deu o seu melhor aqui, produzindo um vinho encorpado com fortes aromas de frutos silvestres e um toque de terroso picante.

Para todos vocês, habitantes do meio-oeste, o norte de Michigan está se destacando como uma joia escondida tanto para os amantes da comida quanto para os entusiastas do vinho! Na Península Leelanau, L. Mawby Vineyards está criando vinhos espumantes deliciosos usando o método Champagne. Adicione um toque decadente e americano à sua celebração do 4 de julho com uma garrafa de Talismon Brut.

Eles dizem "tudo é maior no Texas", mas Chenin Blanc 2011 dos vinhedos de Fall Creek do Texas Hill Country pode fazer você reconsiderar o Estado da Estrela Solitária. O corpo leve e cremoso do chenin blanc e as notas de maçãs e peras vão equilibrar os pratos Tex-Mex com seu grande e picante ponche do sudoeste.

Cab é o rei no Napa Valley, na Califórnia, e você pode encontrar alguns dos melhores vinhos que nosso país tem a oferecer no vale. Experimente Frog's Leap 2010 Cabernet Sauvignon, com seus sabores ousados ​​e robustos de frutas escuras. O vinho não desiludirá.

Siga para o norte e testemunhe a majestosa região vinícola de Oregon em toda a sua glória. Experimente o melhor do Noroeste do Pacífico com uma taça de Pinot Gris da "Coleção de Assinaturas" 2011 do King Estate. A região é famosa por esta variedade, e King Estate acerta com um pinot gris que tem um bouquet sedutor de melão e mel, finalizado com um toque de especiarias.

As pessoas raramente associam o Havaí à indústria do vinho, mas a paisagem vulcânica tem se mostrado fértil. Peça uma garrafa de Lokelani a partir de Vinhas Tedeschi, Vinícola de Maui no Rancho Ulupalakua. Este espumante rosé havaiano apresenta um aroma altamente floral e cítrico, além de notas que incorporam o ambiente tropical.

Clique aqui para mais informações do The Daily Sip.


Receitas

A maioria das pessoas gosta de um bom ensopado de carne, o prato mais reconfortante em uma noite fria. Esta versão vai perfumar sua cozinha com o doce perfume de colorau e vinho. Em outra ocasião, experimente vegetais diferentes, como rutabagas, batatas ou adicione o grão-de-bico. Provavelmente, você vai devorar um bolinho quente antes mesmo de colocar o guisado na mesa, mas você ainda terá muitos scones para mergulhar no molho delicioso. Se estiver com pouco tempo, sirva o guisado com macarrão de ovo em vez dos scones. Ver receita e rarr

Rigatoni com Costela de Porco Sugo

As costelinhas que a maioria das pessoas joga na churrasqueira fazem um suculento molho de macarrão rústico. Você precisará de um açougueiro amigável para serrar as costelas, mas o resto do método é fácil. O molho (sugo em italiano) reaquece bem para que você possa prepará-lo um dia antes. Deixe suas maneiras formais de lado aqui. A melhor maneira de saborear este prato é mordiscar a carne dos riblets entre mordidas na massa. Cortar a carne estragaria a diversão! Ver receita e rarr

Costeletas de porco grelhadas com salada de repolho de nectarina

Assuma as funções de grelha no Dia dos Pais e mostre ao papai que você tem o que é certo com essas suculentas costeletas de porco. Costeletas de ombro não são tão comuns quanto costeletas de lombo, então você pode precisar pedir a um açougueiro para cortá-las para você. Eles têm mais sabor, e este rubi com alho garante que serão um prato que você quer fazer durante todo o verão. As nectarinas suculentas da Califórnia fazem desta salada um destaque. Ver receita e rarr

Pappardelle com alcachofras, ervilhas e presunto

Já passou da hora de acabar com o mito de que alcachofras não combinam com vinho. Este prato de massa é perfeitamente adequado ao vinho graças à ajuda de massa, ervilhas doces e presunto carnudo. Resfrie uma garrafa de Sauvignon Blanc e prove para você mesmo. Se você não conseguir encontrar alcachofras frescas para bebês, substitua por corações de alcachofra congelados em vez de corações marinados. Ver receita e rarr

Tábua de Queijo e Salumi

Se você prefere passar mais tempo jantando com seu namorado do que cozinhando e limpando, por que não montar uma abundante tábua de queijos que levará sua noite do antepasto à sobremesa? Ver receita e rarr

Bife de Porterhouse Fatiado com Rúcula, Torrada de Alho e California Olio Nuovo

Um espesso bife de lombo com osso ou Porterhouse é um luxo, então dê a ele o tratamento de tapete vermelho: uma grelha quente para selá-lo e um lado de torrada de alho aromático regado com azeite fresco e apimentado da Califórnia da primeira prensagem do outono. Ver receita e rarr

Chilaquiles de Frango

Quando a vida lhe dá tomates doces cultivados na Califórnia, faça chilaquiles, um uso genial para tortilhas com poucos dias. Setembro é o auge da colheita dos tomates carnudos que fazem um molho espesso e saboroso. Resista à tentação de substituir as tortilhas fritas em casa por chips de tortilla comprados em lojas que amolecem demais e o resultado não é tão satisfatório. Ver receita e rarr

Burger Fed Grass com Maionese de Abacate e Chipotle

Os abacates amanteigados tornam qualquer sanduíche melhor, e eles colocam este hambúrguer por cima. Carne de vaca alimentada com capim pode ser magra, mas o abacate fatiado e a maionese picante de chipotle garantem que este hambúrguer seja uma experiência exuberante, úmida e cheia de sabor. Ver receita e rarr

Frango Assado com Limão Meyer e Pimentão Defumado

O aromático pimentón de la Vera (páprica defumada) da Espanha dá a essas suculentas coxas de frango uma cor profunda e avermelhada enquanto assam em uma cama de cebola roxa e limão Meyer fatiado. Você vai querer servir cada gota do suco da frigideira com limão e alho. As rodelas de limão podem ser comidas ou não, como preferir. Ver receita e rarr

Ombro de porco assado com abóbora e ameixas secas

Com um refogado lento e úmido, a espádua de porco fica macia e suculenta. Corte a carne bem antes de cozinhar e seu guisado ficará rico, mas magro. Abóbora butternut e ameixas secas contribuem com as notas doces que a carne de porco adora e trazem os sabores e cores do outono para a sua mesa. Ver receita e rarr

Salsichas Grelhadas com Compota de Figo e Cebola

Provavelmente, você encontrará muitos outros usos para esta geléia perfumada de torta doce. Saboreie-o em um sanduíche de queijo grelhado ou presunto ou sirva com uma tábua de queijo ou charcutaria. É o complemento perfeito para queijo de cabra fresco ou um cheddar picante. Ver receita e rarr

Bife Grelhado Hoisin Hanger com Macarrão Fresco de Cebolinha com Gergelim

O bife de cabide, às vezes conhecido como "corte de açougueiro", é excepcionalmente macio e carnudo. Se você não conseguir encontrar, o bife de flanco ou o bife de saia superfina são boas alternativas. O macarrão com aroma de gergelim pode ser preparado com horas de antecedência, além dos toques finais. Ver receita e rarr

Osso Buco de Cordeiro com Ervilhas e Menta

Peça ao seu açougueiro para ver as pernas de cordeiro ao meio transversalmente para se parecerem com a vitela usada para os ossobuco. A exposição do osso dá corpo ao molho e permite desfrutar da medula óssea. No entanto, você pode fazer o prato com perninhas de cordeiro inteiras, se preferir. Ver receita e rarr

Filé de Mignons com Manteiga de Queijo Azul e Molho Zinfandel de Cranberry Purê de Batata Assada com Alho

Estes tenros bifes de filé mignon são cobertos com uma redução de vinho tinto com infusão de alecrim e cobertos com uma luxuosa manteiga composta, tornando este prato digno de qualquer comemoração. Ver receita e rarr

Pizza Caseira com Figos, Presunto, Rúcula e Mussarela Fresca

Figos caramelizados, queijo escorrendo, presunto salgado e rúcula fresca são uma combinação deliciosa de sabores e texturas nesta pizza outonal. Ver receita e rarr

Costelinha grelhada com molho de churrasco de cereja defumada e salada de frutas cítrica com repolho roxo

Cerejas frescas complementam o calor esfumaçado de um molho de churrasco agressivo que glacea tenras costelas de porco enquanto crocam na grelha. Emparelhe com California Zinfandel ou Cabernet Sauvignon. Ver receita e rarr

Salada de Skirt Steak Grelhado com Macarrão de Arroz Vermicelli, Cenoura, Pepino, Amendoim e Molho de Limão-Pimentão

Esta tigela perfumada e apimentada está repleta de vegetais crocantes e bife de saia grelhado no carvão, empoleirado em uma cama de macarrão de arroz com um tempero vietnamita picante e uma chuva de ervas frescas. Emparelhe com California Chardonnay ou Rosé. Ver receita e rarr

Costeletas de cordeiro marinadas com ervas e espargos, limão e verduras primaveris

Uma mistura cítrica de ervas frescas e alho tem uma função dupla nesta receita, como uma marinada aromática para costeletas de cordeiro tostadas na frigideira e um molho brilhante para folhas verdes infantis. Combine com California Sauvignon Blanc ou Pinot Noir. Ver receita e rarr

Costelinha de carne assada com vinho tinto, cogumelos Pancetta e Crimini

Essas suculentas costelas de boi com molho de vinho tinto são fartas, arrojadas e deliciosamente tenras. Combine com California Cabernet Sauvignon ou Syrah. Ver receita e rarr

Bife de Rib-Eye Grelhado com Tomate Verde-oliva

Tomates frescos com vinagre balsâmico, ervas frescas e azeitonas salgadas adicionam um toque delicioso ao bife grelhado. Combine com California Cabernet Sauvignon ou Red Blend. Ver receita e rarr

Tacos de porco com tortilhas grelhadas de alho e creme de abacate

Essas tortilhas levemente grelhadas são cobertas com carne de porco temperada picante e defumada e abacate cremoso. Emparelhe com California Viognier ou Zinfandel. Ver receita e rarr

Costeletas de cordeiro grelhadas com alecrim fresco, alho, azeitonas e alho-poró

Essas costeletas tenras são marinadas com ervas e alho, cozidas rapidamente em uma frigideira quente e servidas com alho-poró salteado. Combine com California Syrah ou Cabernet Sauvignon. Ver receita e rarr

Bife T-Bone Esfregado com Especiarias com Purê de Batata Frito com Funcho

Especiarias terrosas e o sabor suave de alcaçuz da erva-doce adicionam uma dimensão extra saborosa à carne e batatas favoritas de todos. Emparelhe com California Cabernet Sauvignon ou Petite Sirah. Ver receita e rarr

Ensopado de Porco Asiático com Anis

O anis perfumado adiciona uma doçura sutil a este ensopado de aquecimento. Emparelhe com California Zinfandel ou Pinot Gris. Ver receita e rarr

Costelinha de carne assada com creme de ricota de raiz forte

Uma suculenta costela assada servida com ricota apimentada com ervas. Combine com California Cabernet Sauvignon ou Merlot. Ver receita e rarr

Costeleta de cordeiro com crosta de ervas e pistache com couve-flor caramelizada, chalotas e cenouras

Ervas frescas, nozes de pistache crocantes e a ligeira doçura da couve-flor caramelizada complementam esta crosta dramática de cordeiro. Sirva com California Cabernet Sauvignon ou um California Red Blend. Ver receita e rarr

Bife Tostado com Molho de Cogumelos Portobello em cima de Mascarpone Polenta

Este prato clássico destaca os sabores terrosos dos cogumelos Portobello, a riqueza da polenta de mascarpone e a elegância do bife de lombo grelhado. Emparelhe com um Merlot da Califórnia ou Syrah da Califórnia. Ver receita e rarr

Salada Califórnia Fresca Picada com Bife Marinado Grelhado

Esta salada crocante de verão coberta com bife grelhado - marinado em Zinfandel da Califórnia - ganha brilho com um vinagrete de mostarda picante. Ver receita e rarr

Macarrão de arroz com carne de porco com cinco temperos e alho-poró refogado em caldo de anis

Este caldo aromático tem notas de gengibre fresco, erva-doce e pimenta-do-reino - e fatias de carne de porco tenra com cinco especiarias. Emparelhe com California Viognier ou California Rosé. Ver receita e rarr

Ombro de porco assado lentamente com cenouras e ervas frescas

Este saboroso assado pode ser servido quente com cenouras assadas e salgadinhos da assadeira ou frio, em fatias finas para sanduíches. Emparelhe com California Zinfandel ou Cabernet Sauvignon. Ver receita e rarr

Mini hambúrgueres BLT com Gorgonzola e California Slaw

Este mini hambúrguer é repleto de camadas de sabor. Sirva com um acompanhamento de salada de repolho crocante e picante e combine com Syrah ou Merlot da Califórnia. Ver receita e rarr

Bife Marinado Grelhado de Rib-Eye com Salsa de Pimenta Assada e Bolinhos de Milho Frescos

Este tenro bife grelhado com molho fumegante e temperado é servido com bolinhos crocantes de milho fresco. Divirta-se com California Cabernet Sauvignon ou Cabernet Franc. Ver receita e rarr

Filé Mignon com Compota de Tomate Cereja, Salada Raspada e Purê de Batata

Desfrute de carne grelhada alimentada com capim com salada de aspargos e cenoura e purê de batata cremoso. Ver receita e rarr

Costelinha de carne assada com beterraba assada e batata Yukon Gold

Essas costelas com osso são complementadas pelo sabor doce e torrado das beterrabas e pela textura cremosa das batatas assadas. Combine com um California Cabernet Sauvignon ou Merlot. Ver receita e rarr

Costeletas de cordeiro grelhadas com chutney de menta

Emparelhe com um Merlot da Califórnia ou Chardonnay da Califórnia. Ver receita e rarr

Tacos de bife de flanco grelhados marinados com frutas cítricas com torradas torradas e molho de abacate

Bife marinado com frutas cítricas e molho de tomatillo fumegante transformam esses tacos em algo especial. Combine com California Cabernet Sauvignon ou Zinfandel. Ver receita e rarr


Uma reviravolta para a família na refeição da Páscoa

A Páscoa, como muitos feriados, é uma época do ano em que as famílias apresentam receitas tradicionais, antecipando o retorno dos sabores familiares. Mas hoje, os anfitriões não apenas precisam garantir que suas refeições sejam kosher para o feriado, eles também devem prestar contas dos hóspedes que podem estar seguindo dietas vegetarianas, veganas ou sem glúten.

Paula Shoyer, a voz por trás de The Kosher Baker, escreveu vários livros de receitas kosher com essas considerações em mente. Para cada feriado judaico, Shoyer compartilha idéias de receitas e dicas em demonstrações e aulas de culinária na televisão em todo o país.

Como mãe de quatro filhos, “Eu trabalho duro para ficar no lugar de uma cozinheira caseira e pensar em quanto trabalho eles estão dispostos a fazer e quanto tempo eles vão investir - e em quantas coisas eles estão vai querer limpar depois de fazer um prato ”, diz Shoyer. “Tento não tomar muito tempo de alguém.”

Shoyer começou sua formação culinária na École Ritz Escoffier em Paris, onde se concentrou na confeitaria - e onde experimentou muitos vinhos kosher excelentes, acrescenta ela. Seu site de culinária e primeiros livros de receitas focavam em pães e sobremesas antes de ela mudar para outras opções em seu livro de 2015 O Novo Menu de Páscoa.

Seu último livro, A Cozinha Judaica Saudável, mergulha em comida fresca e contemporânea que minimiza os ingredientes processados ​​e leva em consideração as necessidades de uma família moderna. Mas sua adesão às diretrizes kosher é inabalável e bem ensinada. Seu avô era um mashgiah, um supervisor que garante que os estabelecimentos e produtores de alimentos kosher estejam cumprindo todas as leis dietéticas judaicas, ou cashrut.

Para a celebração do Pessach deste ano, Shoyer compartilha receitas de um aperitivo tártaro de salmão e abacate, seguido por um coq au vin blanc clássico atualizado. Para a sobremesa, há um bolo de chocolate de dar água na boca com um ingrediente surpresa: quinua. Wine Spectator fornece nove recomendações de vinhos kosher, abaixo.

O tártaro, um retorno ao tempo que Shoyer passou na Europa, é uma alternativa saudável ao tradicional prato de gefilte de peixe da Páscoa. Esta receita é simples, utilizando suco de limão azedo, cebolinha, rabanete picado, abacate, óleo de abacate e, claro, o salmão mais fresco que você puder encontrar. O resultado final é bonito de apresentar e fácil de dobrar ou triplicar para um grupo maior.

O coq au vin blanc - que pode ser feito com antecedência sem comprometer o sabor - apresenta um misto de praticidade e criatividade. “O que sempre faço é tentar perguntar:‘ Existe outra maneira de fazer isso que possa ser interessante? ’”, Diz Shoyer sobre a criação de receitas. Sobre o clássico coq au vin francês, ela acrescenta: “Não preciso divulgar outra receita de frango com vinho tinto para o mundo”. Sua versão de vinho branco é mais leve e mais adequada para a primavera, com kumquats ou rodelas de laranja dando um toque cítrico refrescante.

Claro, o vinho branco usado na receita tem que ser kosher, mas não deve quebrar o banco. “Vou usar tudo o que tiver em mãos”, diz ela, com franqueza. “Gosto de dar flexibilidade às pessoas.” Embora seja uma fã de vinhos de Bordeaux e Loire Valley, ela gosta particularmente de Lavan Chardonnay 2015 do produtor de vinhos kosher da Califórnia Covenant para o frango.

Discutindo o vinho kosher, Shoyer fica animado. Quanto de aumento nas seleções kosher de qualidade ela viu ao longo dos anos? "Cem por cento. Durante anos, procurei sempre vinhos franceses, porque pensava que eram os melhores vinhos kosher que existiam. Mas os produtores israelenses - há uma vinícola realmente interessante no norte de Israel chamada Tulip - estão fazendo vinhos deliciosos ”, disse Shoyer. Para quem procura algo um pouco mais forte, ela recomenda as vodcas kosher de Moses, que prefere uma feita com tâmaras.

Para sobremesa, o bolo de quinua de chocolate é sem glúten, descomplicado e apropriado para a Páscoa. Shoyer, sempre ansioso para encontrar novas soluções para sobremesas sem glúten, cozinheiros e purês de quinua como grão de base para manter o bolo unido. Ela experimentou evitar gorduras como margarina ou óleo vegetal processado, óleo de coco, misturado com cacau escuro sem açúcar e extrato de baunilha, funde-se com a textura do purê de quinua para criar uma sobremesa densa e fudgy, pontilhada com framboesas frescas como guarnição. Ela observa que é importante cozinhar a quinua o suficiente para evitar qualquer grão na massa. Para maior elegância, ela enfeitará o bolo com um glacê de chocolate derretido opcional feito de apenas três ingredientes.

“Eu queria que este bolo fosse realmente rico e enganasse a todos”, diz Shoyer, que afirma que as pessoas não saberão que é sem glúten ou feito de quinua. “Minha sensação é, se você tem um bolo realmente denso, você não vai comer muito dele, porque você simplesmente não pode - é muito rico. Então, é melhor para você! ”

As seguintes receitas foram extraídas de A Cozinha Judaica Saudável por Paula Shoyer. Copyright © 2017 por Sterling Epicure Co.

Tártaro de Salmão e Abacate

  • 1 libra do salmão mais fresco que você pode comprar
  • 3 cebolinhas, extremidades aparadas, fatiadas
  • 1 rabanete picado
  • Raspas de 1/2 limão
  • 1 colher de chá de suco de limão, de limão zestado
  • 1 colher de sopa de óleo de abacate
  • 1 abacate maduro, cortado em cubos de 1/2 polegada
  • 1 colher de sopa de manjericão fresco cortado em tiras
  • 1 ou 2 colheres de sopa de microgreens, para enfeitar (opcional)

1. Corte o salmão em cubos de 1/2 polegada. Coloque em uma tigela grande. Adicione a cebolinha, os rabanetes e as raspas de limão e misture. Cubra a mistura e leve à geladeira até pouco antes de servir.

2. Quando estiver pronto para servir o tártaro, adicione o suco de limão, óleo de abacate, cubos de abacate e manjericão e misture bem. Enfeite com uma pitada de microgreens, se desejar. Rende oito porções de 1/3 de xícara.

Coq au Vin Blanc

  • 1 colher de sopa, mais 2 colheres de chá, azeite de oliva extra-virgem, dividido
  • 1 frango cortado em 8 pedaços
  • 3 chalotas grandes, cortadas ao meio e cortadas em fatias finas
  • 2 alho-poró, partes brancas e verdes claras, cortadas em fatias de 1/4 de polegada
  • 1 cebola, cortada em fatias de 1/4 de polegada
  • 1/4 colher de chá de sal
  • 1/4 colher de chá de pimenta preta
  • 1 cabeça de alho, dentes separados, mas com casca
  • 1 garrafa de vinho branco kosher de 750ml
  • 3 raminhos de alecrim fresco
  • 6 raminhos de tomilho fresco
  • 1 colher de sopa de estragão fresco picado
  • 10 kumquats, cada um fatiado em 4 pedaços, ou três fatias de laranja de 1/3 de polegada, descascadas intactas, cortadas em 8 triângulos
  • 8 a 10 onças de cebolas pérola

1. Pré-aqueça o forno a 350 ° F. Em uma frigideira grande, aqueça 2 colheres de chá de azeite em fogo médio-alto. Usando pinças, adicione o frango aos poucos e doure bem dos dois lados, cerca de 4 minutos de cada lado. Coloque o frango dourado em uma assadeira de 23 x 33 cm.

2. Reduza o fogo para médio-baixo e adicione a 1 colher de sopa de óleo restante na frigideira. Coloque as cebolas, o alho-poró e as cebolas na frigideira e cozinhe, raspando os pedaços dourados do frango, por cerca de 6 a 8 minutos, até que comecem a dourar. Adicione sal e pimenta e mexa.

3. Retire a mistura de chalota, alho-poró e cebola da frigideira e coloque sob os pedaços de frango na assadeira. Não lave a frigideira. Espalhe os dentes de alho ao redor do frango. Despeje o vinho por cima. Adicione os raminhos de alecrim e tomilho e polvilhe o estragão sobre os pedaços de frango. Coloque os kumquats ou pedaços de laranja em cima do frango.

4. Cubra a assadeira firmemente com papel alumínio e leve ao forno por 1 hora.

5. Enquanto isso, leve uma panela pequena com água para ferver, adicione a cebola perolada (com as películas), ferva por 2 minutos e escorra a água. Quando as cebolas estiverem frias o suficiente para serem manuseadas, corte as pontas e retire-as da casca. Aqueça a frigideira suja em fogo médio e adicione a cebola perolada. Cozinhe por cerca de 5 minutos, sacudindo a panela frequentemente, para que as cebolas dourem por todos os lados. Reserve a panela.

6. Depois de o frango ter cozinhado por 1 hora, retire o papel alumínio, acrescente a cebola perolada e cozinhe por mais 30 minutos, destape e sirva. Serve 4 a 6 porções.

Bolo De Quinoa De Chocolate

Para o Bolo de Quinoa de Chocolate:

Para o Chocolate Glaze (opcional):

Para fazer o Bolo de Quinoa de Chocolate:

1. Coloque a quinua e a água em uma panela pequena e leve para ferver em fogo médio. Abaixe o fogo, tampe a panela e cozinhe a quinua por 15 minutos ou até que todo o líquido tenha sido absorvido. Reserve a panela. A quinua pode ser preparada com 1 dia de antecedência.

2. Pré-aqueça o forno a 350 ° F. Use spray de cozinha para untar uma forma tipo Bundt de 12 xícaras. Polvilhe o amido de batata sobre a assadeira untada e sacuda-a para remover o excesso de amido.

3. Coloque a quinua na tigela do processador de alimentos. Adicione o suco de laranja, os ovos, a baunilha, o óleo de coco, o açúcar, o cacau, o fermento e o sal e processe até obter uma mistura homogênea.

4. Derreta o chocolate em banho-maria, ou coloque numa tigela média para microondas e leve ao microondas por 45 segundos, mexendo e aquecendo o chocolate por mais 30 segundos, até derreter. Adicione o chocolate à massa da quinua e processe até ficar bem misturado. Despeje a massa na forma Bundt preparada e leve ao forno por 50 minutos ou até que um palito inserido no bolo saia limpo.

5. Deixe o bolo esfriar por 10 minutos e retire-o delicadamente da assadeira. Deixe esfriar em uma grade de resfriamento de arame. Unte e / ou decore com framboesas, se desejar. Serve 12 porções.

Para fazer a cobertura de chocolate (opcional):

1. Derreta o chocolate em uma tigela grande própria para micro-ondas no micro-ondas ou em banho-maria. Adicione o óleo e a baunilha e bata bem. Deixe a cobertura descansar por 5 minutos e bata novamente. Use uma espátula de silicone para espalhar o esmalte por todo o bolo.

9 vinhos Kosher para a Páscoa

Observação: a lista a seguir é uma seleção de vinhos kosher excelentes e muito bons dos lançamentos avaliados mais recentemente. Mais vinhos kosher avaliados no ano passado podem ser encontrados aqui em nossa Pesquisa de classificações de vinhos.

LE MACIE DI M. PELLEGRINI Chianti Clássico Terra di Seta Riserva 2012
Isso está batendo o passo agora, entregando sabores vibrantes de cereja, ameixa, couro, tabaco e minerais, com um toque de amêndoa amarga. Apresenta bom equilíbrio e expressão geral, com um final longo e fresco. Kosher. Beba agora até 2030. 56 caixas importadas. Da Itália.

TABOR Adama II Storm Galilee 2013
Um tinto musculoso e encorpado, com muitos sabores de groselha, amora e ervas, ladeado por elementos tostados. As notas de alcaçuz e minerais são marcadas por taninos firmes no final. Cabernet Sauvignon e Petite Sirah. Kosher. Beba até 2022. 1.300 caixas feitas. De israel.

Reserva FLAM Syrah Galilee 2014
Um tinto encorpado e concentrado, a transbordar de torta de framboesa, especiarias saborosas e aromas carnudos que se harmonizam com detalhes de ferro e folha de louro. Taninos cheios, mas integrados, perduram no final com um toque de chocolate ao leite. Kosher. Beba agora até 2022. 1.000 caixas feitas. De israel.

OU HAGANUZ Cabernet Franc Galilee Marom 2013
Notas de amora madura, groselha e mentol são detalhadas por acentos de moca e alcaçuz neste vermelho concentrado, mas flexível. Sugestões de minerais e ervas dão interesse no final moderadamente tânico. Kosher. Beba agora até 2023. 1.000 caixas feitas. De israel.

RECANATI Cabernet Sauvignon Alta Galiléia 2015
Um tinto forte, com um toque tostado que envolve as vibrantes notas de groselha e framboesa, com notas carnudas frescas e integradas e taninos moderados. Detalhes de grafite e cedro perduram no acabamento nítido e picante. Kosher. Beba até 2022. 13.500 caixas feitas. De israel.

Reserva FLAM Cabernet Sauvignon Galilee 2014
Um tinto carnudo e encorpado, com notas de ameixa esmagada e cereja rodeadas por mentol, ervas e elementos minerais, apresentando taninos moderados e mastigáveis. Palato médio picante, com notas de azeitona e especiarias no final limpo. Kosher. Beba até 2022. 1.600 caixas feitas. De israel.

LE MACIE DI M. PELLEGRINI Chianti Clássico Terra di Seta 2014
Tinto brilhante com sabor a cereja, groselha e terra, com uma estrutura vibrante que mantém a frescura no final moderadamente longo. Kosher. Beba agora até 2020. 56 caixas importadas. Da Itália.

TABOR Sauvignon Blanc Galilee Adama 2016
Crisp e frutado, com aromas de toranja, cebolinha e pêssego realçados pela acidez fresca e notas minerais e especiarias subjacentes. Notas florais detalham o acabamento. Kosher. Beba agora. 750 caixas feitas. De israel.

TEPERBERG Cabernet Sauvignon Galilee Essence 2014
Um tinto rico e encorpado, com sabores de compota de framboesa e torta de cereja com detalhes de alcaçuz e moca. Deliciosamente picante, este lança aromas florais e de chá no final em borracha. Kosher. Beba até 2022. 2.500 caixas feitas. De israel.

Gostou de nossos recursos de receita sazonal? Obtenha ótimas receitas de chefs talentosos, uma seleção de vinhos recomendada e muito mais entregue diretamente na sua caixa de entrada! Inscreva-se para Wine SpectatorO boletim informativo gratuito Sips & Tips por e-mail com dicas sobre vinhos, culinária, viagens e muito mais.


Combine Prosecco com Comida Indiana

A culinária indiana é incrivelmente sofisticada no uso de especiarias. Embora algumas receitas conhecidas como Vindaloo utilizem chiles quentes, muitos outros pratos usam uma mistura de especiarias aromáticas que podem incluir canela, coentro, açafrão, cominho, cardamomo e garam masala. & # XA0

Como existem tantos temperos, texturas e sabores intensos na culinária indiana, a melhor dica é manter o vinho simples para não competir com a complexidade da comida. Prosecco é leve, efervescente, refrescante e pode ter uma doçura agradável se você escolher um estilo extra seco. A doçura equilibrará o calor em pratos ardentes e as bolhas manterão seu paladar limpo ao se deliciar com pratos cremosos. A outra vantagem do prosecco ao combinar com comida indiana é sua versatilidade. Ao sentar-se para uma refeição inspirada no estilo indiano de família, você pode comer lentilha dal ao lado de um curry de vegetais ao lado de uma korma de cordeiro, então você precisa de um vinho que pode ir com tudo. Experimente Masottina Prosecco Brut ($15.99, wine.com) Emparelhado com Frango Marinado Tandoori com Pepino, Limão e Pimentões, Villa Sandi Prosecco ($ 13,99, wine.com) emparelhado com camarão Tikka Masala e Torresella Prosecco ($14.99, wine.com) com Lamb Curry.


Escolha sua própria recompensa de outono nestas fazendas nos Estados Unidos

Encha suas cestas com cranberries, maçãs, uvas, xarope de bordo e muito mais.

À medida que as temperaturas começam a esfriar, as folhas mudam para suas cores outonais e abrimos caminho em direção ao inverno, esta é a época do ano em que a fartura de algumas de nossas safras favoritas de outono estão mais frescas. Ou então, eles são transformados em algumas de nossas bebidas e guloseimas inspiradas no outono favoritas. Aqui, damos uma olhada em uma amostra de algumas das colheitas que estão acontecendo em todo o país e como você pode vivenciá-las por si mesmo.

Bagas

Todos nós conhecemos as quatro temporadas, mas a Ilha do Fogo, na costa de Newfoundland, comemora mais três temporadas. Entre a primavera e o verão acontece a Temporada de Trap Berth, quando as lagostas e os camarões são as estrelas do show e os bons pensamentos para uma temporada de pesca de sucesso são celebradas. A estação do Pack Ice cai entre o inverno e a primavera, quando os vegetais preservados em seu estado mais saboroso são trazidos à mesa para complementar os banquetes de frutos do mar.

No outono, no entanto, é a época da Temporada de Berry, quando os abundantes arbustos de berry ao longo das trilhas costeiras da Ilha do Fogo são preenchidos com mais de 20 tipos de frutas comestíveis, incluindo mirtilos, partridgeberries e marshberries (ambos semelhantes aos cranberries), crowberries ( parecem semelhantes a mirtilos), e biscoitos doces de mel (também conhecidos como amoras). Ao longo do mês, o & # xA0Fogo Island Inn & # xA0 está oferecendo o seu & # xA0A Berry Wild Time & # xA0itinerário para aproveitar as vantagens locais.

É a época da colheita de cranberry em & # xA0 Wisconsin, que produz mais da metade de todos os cranberries do mundo. Além disso, mais de 60 por cento das safras de cranberry dos Estados Unidos estão em Wisconsin, cultivadas em 21.000 acres em 20 condados. Não é preciso dizer que há muitas opções quando se trata de ver uma colheita de cranberry no estado do texugo. Pegue a & # xA0Cranberry Highway & # xA0que se estende por 50 milhas através da região de cultivo de cranberry do estado de Warren a Wisconsin Rapids, e pare no caminho conforme desejar. Comece (ou termine, dependendo do caminho que você está viajando) no & # xA0Wis Wisconsin Cranberry Discovery Center & # xA0in Warrens para revisar todas as coisas sobre cranberry. Se você estiver se sentindo aventureiro, faça um tour pelo pântano em & # xA0Wetherby Cranberry Co., uma fazenda familiar que cultiva cranberries desde 1903.

Cranberries são uma grande colheita em & # xA0 Massachusetts, também o estado vem colhendo suas safras desde 1816. Esta é a época perfeita para visitar um pântano de cranberry em Massachusetts 95 por cento das bagas do estado & aposs terão sido colhidas no final de outubro. O estado & aposs & # xA0Cranberry Harvest Guide & # xA0and & # xA0list of farm & # xA0offering ag-turismo e goodies to sale são recursos fantásticos para planejar sua aventura berry. Se você estiver pronto para puxar suas aves pernaltas e entrar em um pântano, faça uma reserva e torne-se um & # xA0Bogger por um dia & # xA0at Benson & aposs Pond em Middleboro, cerca de 50 milhas ao sul de Boston. Durante o seu tempo no pântano, você não ficará apenas parado, mas ajudando na colheita de outubro.

Maçãs

Seu feed do Instagram já pode estar cheio de fotos de seus amigos nos pomares colhendo maçãs nesta temporada. É a época do ano em que a cidra de maçã é servida, os donuts de cidra são mergulhados e as tortas de maçã enfeitam as mesas de jantar.

As maçãs certamente não são novidade, e o registro mais antigo de maçãs cultivadas data de uma época antes de os EUA se tornarem os EUA & # x2014 1623 na & # xA0Nova Inglaterra. A região, que inclui Connecticut, Massachusetts, Maine, New Hampshire, Rhode Island e Vermont, tem uma forte tradição de cultivo de maçãs desde então. Na verdade, mais de 120 variedades são cultivadas em toda a Nova Inglaterra.

Bartlett & aposs Apple Orchard e Farm Market & # xA0in Massachusetts & apos Berkshires cultiva 13 variedades de maçãs para levar para casa, incluindo Macoun, Jona-Gold e Red Delicious. Certifique-se de dar uma passada no mercado para comprar donuts de cidra fresca e jarras de cidra recém-prensada para desfrutar em casa.

Em todo o país, a safra de outono do Estado de Washington traz mais de 100 milhões de maçãs anualmente, cada caixa pesando cerca de 40 libras, este rendimento representa 65 por cento de toda a produção de maçã fresca dos EUA. Isso é um monte de maçãs! Ainda mais impressionante: cada maçã Washington é colhida à mão para manter a qualidade das maçãs e protegê-las de hematomas.

If you&aposd like to harvest some apples yourself, a handful or so of the state&aposs u-pick options includeꂾllewood Farms in Lynden, Green Bluff Growers near Spokane, Swan&aposs Trail Farms north of Seattle in Snohomish, and West Valley U-Pick in Yakima, southeast of Seattle.

Uvas

One of the most popular fall harvests may very well be grapes, since their bounty means they will be crushed and new vintages of wine will be made.

The terroir of New York State&apossਏinger Lakes Wine Country (south of Rochester) is conducive to winemaking due to the microclimate created by the lakes: the winter&aposs extremely cold temperatures can be kept at bay, while summer&aposs warm, breezy days help ripen the grapes. The lakes also serve as a protective barrier against extreme temperature fluctuations, which means the grapes have a longer growing season.

Harvest is well under way in the Finger Lakes, and you can be a part of it. Choose to taste along one of the region&aposs three wine trails, or get into the vineyards yourself and start picking.ਏulkerson Winery in Dundee offers u-pick grapes October&aposs varietals include Concord, Chancellor, Corot Noir, Noiret, Riesling, Vidal Blanc and Vincent. What will you do with your grapes? Aside from eating them, you can sign up for a home winemaking class on Saturdays throughout October to learn the craft.

Back across the country, the second largest producer of premium wine in the U.S. is Washington State. History shows that the state&aposs first grapes were planted in 1825, and by 1860 were growing in the Walla Walla Valley, which was named America&aposs Best Wine Region in the 2020 USA Today 10Best Readers&apos Choice Awards. Today, more than 400 wine grape growers are found throughout the state, producing more than 70 varieties across more than 60,000 acres and 16 American Viticultural Areas (AVAs). Last year&aposs harvest yielded 201,000 tons of grapes.

More than 1,000 wineries can be found throughout Washington, and the Walla Walla Valley will be celebrating this year&aposs harvest during itsꃺll Release Weekend, scheduled for November 6-8. Over the course of the weekend, the valley&aposs wineries will open their cellar doors and debut their new releases for tasting. Fall Release Weekend also features winemaker dinners, live music, art festivals, and more fun-filled (and socially-distanced) events.

Xarope de bordo

Did you know that maple syrup production is exclusive to North America? It&aposs true! Though maple trees can be found many places, the sugar maple is the species preferred to make syrup. What&aposs more, the climate in which the trees live determines whether or not they can provide the sap needed to make maple syrup. That particular climate needs to be freezing cold at night and warm during the day to promote the sap to flow properly. That climate is found primarily in the North American northern states and provinces along the East Coast. In the U.S., those states are Connecticut, Maine, Massachusetts, Michigan, New Hampshire, New York, Ohio, Pennsylvania, Vermont, and Wisconsin and in Canada, the provinces of New Brunswick, Nova Scotia, Ontario, and Quebec.

Though the sap isn&apost harvested until the colder weather has passed, New York Pure Maple is presenting itsꃺll Maple Tour through October 18 the tour had to be postponed from its original dates in March due to COVID. Celebrating its 25th year, the Maple Tour showcases the maple sugarmaking processes and traditions at locations across New York State participants are included on a map to make planning easier. Next year&aposs Maple Tour will be held March 20-21 and March 27-28, 2021.

Now that you&aposre inspired, why not find a harvest near you and taste the flavors of fall?


Runner-Up Best Tawny: Warre's Otima 10 Year Tawny Port

And here we are with another winner from Warre’s because, frankly, you deserve it. Only this time, it’s their smooth amber-colored Otima 10 Year Tawny. For the sake of consistency, this bottle also earned great critical acclaim, only this tawny is lighter than your average port making it a wine for any occasion.

Dripping with oaky notes of caramel, fig, almond, brown sugar, and cherry, this tawny is full-bodied and slightly smoky. This is a great example of balance of fruit and acidity. The tannins are low, but it is high in satisfaction.


Sauces

Moretum (Latin: moretum)

Deriving from the Latin word for grinding bowl, mortarium , this recipe is a modern-day pesto with more complex flavors. The Roman poet Virgil had even dedicated a poem to this exquisite sauce! Receita adaptada de Not Just Dormice – Food for Thought (2014).

1 small head of lettuce, chopped
1 small leek or celery stalk, chopped
1 cup ricotta cheese
8 teaspoon fresh mint ( Mentha)
4 tablespoon fresh parsley ( Petroselinum crispum )
4 tablespoon coriander seeds ( Coriandrum sativum L. )
1 sprig fresh thyme ( Thymus vulgaris )
Olive oil, for desired consistency
A splash of vinegar
Pepper, to taste ( Piper nigrum )

Note: This recipe was converted from grams. The amount of olive oil and vinegar was not included in the original recipe, so estimate according to the desired consistency.

Garum (ancient Greek: γάρος and Latin: garum)

A popular condiment among all social classes in both Greece and Rome. This fermented sauce, adapted from Giacosa (n.d.), was made with fish innards and a variety of herbs and spices, including celery, coriander, mint, oregano, dill, and fennel, fermented in salt water. It was so popular that ancient garum factories were unearthed in widespread locations, including in present-day Portugal, France, and Morocco, from where the sauce would be exported. A discovery in Pompeii in 2008 found many storage vessels of garum, and the find helped more accurately date the eruption of Mt. Vesuvius (Killgrove, 2019)!

“Accept this exquisite garum, a precious gift made with the first blood spilled from a living mackerel,” claimed a Roman poet (Giacosa, n.d., para. 1).

Quart of grape juice
2 tablespoons anchovy paste
Pinch of oregano ( Origanum vulgare )

  • Cook grape juice until it reduces to one-tenth of its original volume.
  • Dilute anchovy paste in the concentrated juice and add oregano.


Quince With Cipollini Onions and Bacon

English settlers most likely brought quince seeds to Connecticut, where orchards now fill with them every fall. This year, the chef Eric Gorman’s White Silo Farm and Winery in Sherman, which specializes in fruit wines, held its first weekend quince festival, with a number of quince dishes to taste. He plans to serve this one, combining quinces with bacon and onions, for Thanksgiving at the farm. A pinch of nutmeg (we are speaking of the so-called Nutmeg State, after all) adds spice. Florence Fabricant

Quince With Cipollini Onions and Bacon

Ingredientes

  • 1 pound cipollini onions
  • 2 ½ to 3 pounds quinces (about 5), peeled, cored and cut into 1-inch chunks
  • 6 tablespoons pure syrup
  • ½ pound thick-cut bacon
  • 4 tablespoons good quality balsamic vinegar
  • ¾ teaspoon ground nutmeg
  • Salt and ground black pepper
  • 1 tablespoon chopped flat-leaf parsley leaves
  • Leaves from 5 sprigs fresh thyme

Preparação

  1. Bring 2 quarts water to a boil, add the onions, turn off the heat and let sit 5 minutes. Drain and allow to cool.
  2. Heat oven to 425 degrees. Toss quinces with half the maple syrup and spread in a single layer in a large baking pan. Bake 25 minutes, until tender.
  3. Peel and trim the onions. Quarter large ones cut small ones in half. Fry bacon in a large sauté pan over medium heat until browned. Remove and drain on paper towels. Pour off all but 2 tablespoons of the bacon fat. Add onions to the pan and sauté on medium until lightly browned, about 6 minutes.
  4. Cut bacon strips in 3/4-inch pieces. Add to pan with onions. Reduce heat to low. Add remaining maple syrup and the vinegar. Fold in quince. Add nutmeg and season with salt and pepper. Add parsley and thyme. Gently fold ingredients together. Cook a few minutes, then serve warm.

Delaware


Skirt Steak in Malbec and Cumin

&bull A 2-3 lb skirt steak
&bull Kosher Salt
&bull 1 Tbsp ground cumin
&bull 1 tsp ground coriander
&bull 1 Tbsp black pepper
&bull 6 garlic cloves
&bull 2 long sprigs fresh rosemary
&bull 1 small white or Vidalia onion
&bull 1 tsp crushed red pepper
&bull 1 bottle Malbec (or other dark red wine, like Cabernet or Shiraz)
&bull canola oil (for coating)

Cut the steak along the grain into a few equal sized pieces, about the length of your favorite knife. Sprinkle aggressively with Kosher salt and rub with the cumin, coriander, and black pepper. Let sit under plastic wrap at room temperature for 30 minutes.

While the meat rests, prepare the marinade. Roughly chop the garlic, rosemary and onion into 1/2&rdquo chunks and drop into a freezer bag with the red pepper and about 1 cup of Malbec. Seal the bag and shake it to ensure everything is mixed well. Leave the bag on the counter until the steak is ready.

After 30 minutes of resting, gently pat the steak dry with paper towels. Don&rsquot wipe it or you&rsquoll lose the spice rub. You just want to remove any excess moisture that the salt has brought to the surface of the steak.

Drop the steak into the marinade. If there&rsquos not enough marinade to cover all the meat, just pour more wine into the bag. Put the steak in the fridge for 2 hours. Longer is better, but if you&rsquore short on time 2 hours gets things pretty tasty.

When you&rsquore ready to start cooking, preheat your grill on high for 15 minutes. While the grill preheats, pour the excess marinade out of the bag, but leave the steak. Add enough canola oil into the bag to coat the steak. Shake the bag just enough to make sure all the pieces have a light coating of oil. We&rsquore not adding flavor here, just helping to ensure that the steak doesn&rsquot stick to your grill.

Since skirt steak is usually an uneven thickness from one end to the other, you&rsquoll need to adjust cooking times a bit. The thicker pieces will hit a nice medium at about 3-4 minutes a side. The thinner pieces will take probably 1-2 minutes per side.

Take the steak off the grill and rest it on a cutting board under an aluminum foil tent for 5 minutes. When you&rsquore ready to serve, cut 1/2&Prime thick slices across the grain of the meat. This is very important if you want a tender steak. Cutting across the muscle fibers makes a tougher cut like skirt steak much more enjoyable to chew.

Recommended Wine Pairings

Need a wine pairing suggestion for this recipe? Please call our wine club at 1-800-777-4443 to speak with our club's Personal Wine Consultants. You may also visit our wine club's wine store for a full list of available wines recently featured in our wine club.


How The COVID-19 Pandemic Is Upending The Alcoholic Beverage Industry

Historically, the beverage business was among the most recession resilient businesses in America. According to David Ozgo, Senior Vice President, Economic and Strategic Analysis at the Distilled Spirits Council of the U.S. (DISCUS), during economic downturns, overall consumption of alcoholic beverages wouldn’t change much: beer and wine sales would rise and liquor sales would decline. Demand for budget and mid-priced (premium) spirits would increase, while demand for high-end super-premium and ultra-premium spirits would diminish. The distribution pattern, however, would change dramatically.

On-premise sales for consumption in an establishment such as bars, restaurants or winery tasting rooms typically would decline. While off-premise “to-go” sales of packaged product for home consumption from grocery and liquor stores or mail order firms would increase. From the standpoint of a producer, they would roughly sell the same amount of spirits, only the distribution channel would change.

In 2018, off-premise sales of liquor in the U.S. represented around $113 billion, about 47% of alcohol sales. On-premise sales represented $147 billion in sales, about 53%.

So far, the impact of the COVID-19 pandemic on U.S. alcoholic beverage sales has been different from the experiences in past recessions. Alcoholic beverage sales have spiked significantly, but the impact has been uneven. Some producers have seen their sales soar, while others have seen them decimated.

COVID-19 coronavirus in USA, 100 dollar money bill with face mask.

The Top Tequilas According To The New York International Spirits Competition

The Top American Whiskies According To New York International Spirits Competition

How This Florida Distillery Uses Oysters To Create Their Signature Vodka

According to Republic National Distributing Company (RNDC), a major, $20 billion revenue, wine and spirits distribution company, sales of spirits jumped by around 50% for the week ending March 21. Nationally, the overall increase for the week, according to Nielsen data, was a 55% spike in sales.

Significantly, according to RNDC, the rate of increase in sales of spirits declined in the last week of March, even though it continued to increase at a 20%+ rate. Not surprisingly, 1.75 liter sized bottles were showing the largest increase, while 375 ml bottles showed the smallest increase. Sales of economy and premium spirits were outselling sales of luxury, super-premium and ultra-premium by roughly two to one. The latter was consistent with historical trends, even if overall demand was elevated.

Although the RNDC data is anecdotal, it is consistent with what other major beverage distributors are reporting.

Selection of canned wines

Nationally, tequila saw the biggest spike, up more than 75%, underscoring its status as the fastest growing spirits segment in the U.S. It was followed closely by gin. Wine sales were up 66% and beer sales, in a reversal of the usual recession consumption pattern, lagged even though they still rose 42%. Interestingly, sales of canned alcoholic beverages were the top performer. Canned cocktails were up 93% for the week, while canned wines rose by 95%. Overall, sales of alcoholic beverages soared by 58% for the week ending March 21 according to Nielsen.

Ironically, Corona beer, whose name similarity to the Coronavirus many pundits assumed would crater its sales, saw its sales rise instead. According to Constellation Brands (STZ), sales of its flagship Corona beer soared 50%, well above the overall increase in beer sales

Not surprisingly, sales were dominated by off-premise retailers, especially mail order accounts. The anecdotal evidence is compelling. Drizly , an alcohol E-commerce platform operating in over 100 markets across the United States and Canada, saw a 300% rise in sales. Nicknamed the “Amazon of liquor,” Drizly allows consumers to obtain delivery of a variety of alcoholic beverages directly from local retailers. According to Nielsen, online spirits sales were up 243% during that week.

Winc, a direct to consumer wine club, saw a 578% increase in new member sign ups during the week ending March 21. Sales during the same period increased by 49.6%. Since the beginning of the pandemic, Winc has added new members at an average rate of 2,102 a day versus the previous average rate of 207 new members a day.

Vivino , another wine app, saw its highest sales total on March 13, easily beating its previous Black Friday totals. A week later, on March 21, its sales soared even more, by 162%. Vivino’s sales in Italy saw an even larger spike, up 282%. Vinopro , another online vendor, has seen its sales soar 50% since the start of the pandemic.

Moreover, average order sizes among mail order retailers was up by 20% according to Nielsen, and larger pack sizes were up by 53%.

Liquor retailers have been classified as essential accounts in most states. Their sales results are mixed, however, depending on their customer profile. Remedy Liquor and Wine Cellar in Glendale is one of Southern California’s biggest wine and liquor retailers and has a sizable, national mail order operation. Its experiences are indicative of the plight of many liquor retailers.

According to Michael Issakhanian, the owner, overall sales are down considerably even though online sales are booming. Per Issakhanian, about 40% of the store’s revenue was driven by events—weddings, parties, receptions, etc. “That business is gone,” he says, since under the stay at home orders large gatherings of people have been banned. Likewise, purchases of high-end liquor as gifts “have also disappeared,” he notes, since people aren’t socializing like they used to. Internet sales have exploded, on the other hand, resulting in the hiring of four more staff to keep up with demand. According to Issakhanian:

We’ve traded truckload sized orders of multiple pallets of wine and liquor for weddings and parties for individual orders of low and mid-priced Internet orders

On-premise accounts, on the other hand, saw an even more dramatic decline in sales. It’s estimated that 85% to 95% of bars and, excluding fast food restaurants, over 80% of sit-down restaurants have been closed. According to Ozgo:

States accounting for 93 percent of supplier on-premise sales have now either closed or imposed restrictions on bars, restaurants, nightclubs and other on-premise venues

Diner restaurant closed sign for Covid 19 crisis

Since March 1, the restaurant industry has lost more than three million jobs and $25 billion in sales. Despite the aid offered by the Cares Act, Laurent Grandet, an analyst at investment banker Guggenheim, estimates that 20% of bars and restaurants won’t reopen. Overall, Moody has revised its 2020 forecast for restaurant industry sales from a 2% to 4% growth to a 10% decline.

Quick service restaurants (QSRs) are doing better since they are usually already set up for or drive through or in-store pickup. Historically, roughly 65% of QSR sales are drive through. QSRs, however, sells virtually no alcoholic beverages, so their resiliency has little impact on the beverage industry. Allowing a QSR to sell alcoholic beverages, even if it was just wine or beer, would be a boom for the beverage industry. It’s unlikely that state regulators would adopt that change, but it wouldn’t hurt to ask.

Convenience stores are a significant outlet for beverage sales, especially wine and beer. Many of these stores are linked to gasoline outlets. Stay at home orders, now in 33 states covering over 90% of the U.S. population, have sharply limited driving. Additionally, consumer purchases have shifted to destination stores with large selections and bulk purchase options, like warehouse clubs or large grocery stores, and away from convenience stores.

Even though convenience stores were deemed essential outlets, they are still seeing significant declines in revenues. Last week, Casey’s (CASY) for example, the fourth largest convenience store chain with 2,146 outlets, reported significant declines in its store traffic and withdrew its 2020 guidance. Other convenience store chains are doing the same

The changes in the distribution pattern have far-ranging implications for the beverage industry regardless of the overall increases in volumes. Craft beer producers, for example, rely on on-premise sales for around 70% on their revenues. They are seeing significant reductions in revenues, despite the spike in bottled beer purchases. Many craft beer producers do not even offer bottled beer.

Boutique wine producers are facing similar problems. An informal survey of Willamette Valley wine producers, for example, showed that on average the typical winery derived 25% to 35% of its volume from direct to consumer sales and the balance via distributor sales to on-premise and off-premise accounts. Revenue wise, however, the revenue split was 50-50, since direct to consumer sales are more profitable than sales to distributors.

Restaurants represented about 60% to as much as 75% of distributors’ boutique winery sales while retail sales, both brick and mortar and online, were the balance. That means boutique producers have been particularly hard hit by restaurant closures. Although online sales have spiked considerably and wineries are continuing to offer drive up pick up and mail order service to their wine club members/consumers, overall revenues, on average, are down by about 50% or more.

Interestingly, there is some data, albeit anecdotal, indicating that although 55+ consumers are the biggest group of regular wine drinkers, millennials are driving premium wine sales. On balance, they are spending more per bottle than their parents.

Ditto for craft distillers. There are more than 2,000 craft distillers in the U.S. Typically, they rely on distillery tasting room sales for roughly 40% of their revenue. On-premise consumption amounts to about 15% and off-premise about 45%. With tasting rooms closed, like their winery cousins, craft producers are seeing their revenues drop by half or more.

In total, some 47,000 U.S. retail outlets have closed in the month of March. It’s unclear how many of those outlets carried alcoholic beverages.

According to the National Restaurant Association (NRA), there are more than one million restaurants, about one-half of which offer alcoholic beverages, in the U.S. There are roughly 350,000 QSRs, the bulk of which do not offer alcoholic beverages, 300,000 full-service restaurants (FSR) and 350,000 other outlets that serve food. The NRA believes that approximately half of all restaurants are distressed and are anticipating having to lay off more employees in the month of April.

There are approximately 62,500 bars, taverns, pubs and night clubs, collectively bars, in the U.S. Virtually all bars have been closed, although some are partially open and are offering limited pick up food service or sales of packaged alcoholic beverages. The segment represents about 20 billion dollars in revenue and 345,000 jobs. Roughly half of a typical bar’s revenues come from the sale of alcoholic beverages, about 20% liquor, 5% wine and 25% beer.

Trends in Europe are following a similar pattern. Hospitality consulting group CGA, for example, has estimated that UK restaurant sales are down by 75% and bar sales are down 88%. Sales in France and Italy are even more dismal, as central governments there have already ordered all bars and restaurants closed.

Some bars and tasting rooms have responded by trying to recreate the bar experience virtually. The New York State Brewery Association, for example, has launched a virtual happy hour that takes place on a different member’s Facebook page each day.

With bars shuttered and stressed-out workers stuck at home, companies and friend groups across the . [+] U.S. are holding happy hours over video chat to commiserate and keep spirits high (Jamie Lee Finch via AP)

Through virtual happy hours, some bars are live streaming bartenders offering recipes, mixology demonstrations and group tastings. According to the International Wine and Spirits Review (IWSR), some laid off bartenders are also utilizing social media to offer videos and live demos of recipes, mixology tips and live Q & A sessions in return for virtual tips through services such as PayPal and Venmo.

Gray Whale Gin, is one of several companies trying to help unemployed bartenders. The brand is hiring for a "shift" at their Virtual Bar. It’s calling on bartenders across the U.S. to create an original cocktail that brings Gray Whale Gin’s unique Californian botanicals to life and submit the recipe to [email protected] Selected bartenders will be paid $350 for their “shift,” which includes creating social content for their original cocktail. Over the next 15 weeks, Gray Whale Gin will celebrate each bartender and their creation on Instagram (@GrayWhaleGin).

The question that no one can yet answer yet is whether the spike in demand is being driven by stockpiling in anticipation of a more stringent lockdown or an increase in immediate consumption. It’s likely a combination of both. According to Ozgo, most industry observers attribute the spike to stockpiling, although it will likely also result in a modest increase in consumption. The anecdotal evidence seems to bear this out.



Comentários:

  1. Shawnessey

    Bravo, você visitou outra ideia

  2. Piaras

    Há algo nisto e acho que é uma ideia muito boa. Eu concordo completamente com você.

  3. Chait

    ATP eu gosto!

  4. Egidius

    It should be said to have confused.

  5. Faugal

    Bem, bem ... será necessário dar uma olhada mais de perto nesta área :)

  6. Marcelino

    De jeito nenhum eu não sei, como contar



Escreve uma mensagem