De outros

Não há necessidade de forçar o ruibarbo em mim!


Por Georgie Socratous

O ruibarbo é uma coisa maravilhosa, maravilhosa. Mas o ruibarbo forçado é ainda mais emocionante do que tudo isso.

Ele começa a se infiltrar em nossas cestas de compras no início do ano, antes do ruibarbo normal. Seus caules grossos têm um tom ligeiramente mais claro do que aquele incrível vermelho fluorescente que todos conhecemos e amamos - mais de um rosa salpicado que atinge as folhas amareladas. É tradicionalmente cultivado no que é chamado de "triângulo do ruibarbo" - uma área de 9 milhas quadradas de West Yorkshire, onde 90% de todo o ruibarbo forçado de inverno já foi cultivado. Por causa disso, o ruibarbo forçado de Yorkshire recebeu o status de Denominação de Origem Protegida (POD) em 2010.

O ruibarbo forçado de Yorkshire é, na verdade, cultivado em ambientes fechados - em completa escuridão. As raízes do ruibarbo ficam cerca de dois anos no campo sem serem colhidas, onde suas raízes armazenam muita energia do sol. Depois de expostos à geada, são plantados em galpões enormes e escuros, onde o ambiente quente transforma toda essa energia em glicose e começa a crescer rapidamente. Aparentemente, se estiver suficientemente silencioso dentro dos galpões, você pode ouvir o estouro do ruibarbo sendo “forçado” da terra. Essa forma de cultivo de ruibarbo produz um sabor mais doce e muito mais macio do que a variedade posterior que é cultivada ao ar livre, portanto, aproveite ao máximo essas belas criaturas quando estiverem disponíveis.

Uma das minhas maneiras favoritas de comer ruibarbo forçado - ou qualquer ruibarbo nesse caso - é uma bagunça Eton de ruibarbo muito fácil. Gosto de ter um vislumbre do verão em meus pudins de inverno de vez em quando, porque me dá esperança do que está por vir. Lave e corte cerca de 300g-400g de ruibarbo em pedaços de 5cm e coloque ordenadamente em uma assadeira. Espalhe sobre as raspas finamente raladas de uma lima e de um limão e esprema o suco de ambos. Polvilhe mais de 75g de açúcar refinado dourado e leve ao forno baixo (cerca de 160 ° C) por meia hora. O ruibarbo está pronto quando estiver macio se for perfurado com uma faca, mas ainda mantém sua forma. Deixe esfriar e, com cuidado, retire o ruibarbo da bandeja e reserve em uma tigela. Despeje o adorável suco fluorescente que sobrou na bandeja em uma pequena panela e adicione um pouco de água e algumas colheres de açúcar. Leve ao fogo baixo e borbulhe por um ou dois minutos para criar um xarope luxuoso. Prove, acrescente mais açúcar se achar que precisa, mas eu gosto bastante do chute do ruibarbo temperado com apenas um toque de doce.

Deixe a calda esfriar e adicione à tigela com o ruibarbo. Delicadamente, bata meio litro de creme de leite em picos bem macios, quebre um punhado ou dois de merengue crocante e ondule cuidadosamente em sua compota de ruibarbo. Coloque em taças e divirta-se. Esta festa de fevereiro deve ser suficiente para cerca de seis pessoas, que certamente voltarão para mais.


Variedades diferentes têm sabores, qualidades e qualidades diferentes.
Imagem: Shutterstock

Existem muitas variedades diferentes de ruibarbo para escolher. Aqui estão alguns dos nossos favoritos & ndash, todos adequados para o plantio no outono ou na primavera.

  • &touro 'Champanhe': Confiável e fácil de cultivar, esta variedade precoce é ideal para forçar a produção de caules longos, delgados e rosados. Deixe sem forçar para um caule mais profundo e de cor vermelha.
  • &touro 'Victoria': Os caules rosa-esverdeados têm um excelente equilíbrio entre doçura e acidez. Uma vez estabelecido, produzirá uma safra pesada, ano após ano.
  • &touro 'Raspberry Red': Estes têm caules grossos e vermelhos profundos com um excelente sabor doce que podem ser colhidos no início da temporada, sem a necessidade de forçar.
  • &touro & lsquoThomson & rsquos Terrifically Tasty & rsquo: Esses caules rosados ​​e saborosos (que diminuem para o verde) são produzidos de março a meados do verão, um mês inteiro antes do que outras plantas de ruibarbo!
  • &touro & lsquoFulton & rsquos Strawberry Surprise & rsquo: Estas plantas fortes e vigorosas produzem caules atraentes e de um vermelho vivo com uma acidez bem equilibrada. Foi eleito o ruibarbo de melhor sabor nos testes RHS de Wisley.
  • &touro & lsquoGlaskin & rsquos Perpétuo & rsquo: Esta variedade de jardim fácil de cultivar produz caules grandes e suculentos que podem ser colhidos levemente no ano seguinte, se iniciados no calor durante o inverno.

Geleia de ruibarbo torta e saborosa com baixo teor de carboidratos

Existem dois problemas quando você faz geléia sem açúcar.

O primeiro é a textura.

Não consigo comer uma geléia que esteja escorrendo e não suporto uma geléia que esteja em borracha. A geléia precisa ter uma boa textura pegajosa e pegajosa, ou então não está certo, e eu não tenho interesse. Trabalhar com pectinas sem açúcar é um sucesso ou um fracasso neste território.

Eu não consigo SUPORTAR os álcoois de açúcar por conta própria, o efeito de resfriamento do eritritol e do xilitol e rsquos é um verdadeiro desestímulo para mim.

Sugar Twin arruinou mais de uma xícara de café na minha vida, e Splenda deixa um gosto horrível quando adicionado ao fogo alto. Não me diga como a estévia é terrível e diabos ..

Se você ama a estévia, você continua amando a estévia e, ndash, seu esquisito.


Use manteiga de verdade

Receita: mini-pães de ruibarbo de canela

Você comeu vegetais enquanto crescia? Você gostou deles? Que tal agora que você & # 8217é (presumivelmente) um adulto? Eu amo vegetais e adorava comê-los quando era criança. Os vegetais na minha juventude eram crocantes, verdes brilhantes, deliciosos. Minha mãe e minha avó são cozinheiras brilhantes e sempre faziam questão de comermos alimentos frescos e saudáveis. Em contraste, era bastante intrigante ficar na fila do almoço na escola e me perguntar o que diabos aquele purê verde-vômito e sem gosto estava no prato. Era brócolis & # 8211 e ninguém sabia, mas, novamente, todos nós tínhamos & # 8230 sete anos de idade.

Comemos vegetais e frutas regularmente aqui em urb. Eu considero isso um dado adquirido até que façamos viagens de mochila de uma semana ou eu tenha que jejuar antes de uma cirurgia ou procedimentos médicos e então eu começo a ansiar por produtos frescos e salivar ao ver & # 8230 grama verde ao lado da trilha. Ainda estou para conhecer um vegetal ou fruta que me recuso a comer. Ultrapassar os limites seria durian (eu provei pasta de frutas durian & # 8211 muito interessante) e melão amargo (minha mãe faz um melão amargo fantástico refogado que eu adoro, exceto o melão amargo & # 8211 mas eu como porque minha mãe cozinhando pedras).

Isso pode ser uma surpresa para alguns, mas eu nunca cozinhei com ruibarbo antes, até a semana passada. Só me lembro de ter lido sobre algo que o ruibarbo é venenoso (é as folhas, não os caules) e, portanto, evitei isso por muitos anos e deixei que outros matassem o primo vermelho do aipo. Eu provei ruibarbo e muffins de morango e ruibarbo e torta de morango (meus dias em Ítaca) e sempre foi um exercício para mim descobrir o gosto do ruibarbo porque ele nunca foi separado dos morangos. Como casais que têm que fazer tudo juntos e você realmente quer sair com um, mas o outro está sempre lá? Sim.

ruibarbo está aparecendo em nossos mercados



Bem, fiquei inspirado a mergulhar no ruibarbo depois de ver a bela criação de Aran & # 8217s no início deste mês. Então eu fiquei totalmente impaciente depois de ver este pudim e este bolo no meu site favorito ir para todas as coisas sobremesas e delícias. Mas eu tive que desacelerar. Passos de bebê são bons para alguém como eu às vezes & # 8211 e às vezes uma planta de rosto gigante é o caminho a percorrer. Eu precisava de algo simples para facilitar minha introdução ao ruibarbo.

é como o aipo, mas vermelho e frutado



É usado como fruta, mas é tecnicamente um vegetal. Estou simplesmente louco por produtos ricamente coloridos e o vermelho realmente leva o bolo para mim. Eu vasculhei meus recursos procurando uma receita fácil para usar meu ruibarbo e minha biblioteca de Culinária Fina fornecida, como sempre faz.

eu amo creme de leite em massa = úmido



Usei uma receita de muffins de canela e ruibarbo, já que o ruibarbo era a fruta em exibição, sem nada mais para me impor uma confusão de sabor. Evito fazer muffins. [Provavelmente é porque eu não tenho forminhas de muffin decentes.] Eu tenho mini formas de pão e adoro adicionar essa variável extra para aumentar a incerteza em uma receita, sabe?

misture até combinar



As cores rosa e verde são pequenas joias na mistura. A massa está no lado duro, então você terá que pressioná-la na forma que planeja assar. Eu passei manteiga e papel manteiga em quatro forminhas de pão, mas acabei usando apenas três (doh! Pratos desnecessários extras). Para formas de pão, gosto de colocar pergaminho que sobe pelas laterais para facilitar a remoção. A remoção é um grande problema para mim, porque eu tenho destripado muitos assados ​​de todos os tipos de panelas de aparência deliciosa, com todos os tipos de palavrões. O pergaminho é seu amigo.

polvilhe canela com açúcar por cima dos pães



Eu li que ao assar muffins em grandes altitudes, você não precisa reduzir os agentes de fermentação, pois os muffins são pequenos o suficiente para que o calor atue rapidamente antes que o fermento possa assumir o controle. Uma vez que cada forma de pão tinha aproximadamente 4 vezes o volume de uma forma de muffin, eu reduzi o fermento pela metade & # 8211, mas você provavelmente não precisa se estiver no nível do mar ou próximo a ele.

um topo duro e rústico (áspero?)



Os mini pães tinham um cheiro celestial e um sabor ainda melhor. Estou bastante impressionado com o sabor picante do ruibarbo. Não é tão doce quanto um morango (provavelmente por isso que eles são sempre vistos juntos em público). Este muffin / pão é ótimo para manhãs, lanches e até mesmo uma sobremesa modesta. Eu acho que você definitivamente poderia adicionar outra 1/2 xícara de ruibarbo à mistura e o pão não sofreria.

de novo com os morangos! mas o pão é puro ruibarbo



Mini pães de canela e ruibarbo
[imprimir receita]
da edição nº 85 de culinária fina

2 copos de farinha
3/4 xícara de açúcar
2 1/2 tsps de fermento em pó (1 1/2 tsps a 8500 pés)
1 colher de chá de canela em pó
1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
1/2 colher de chá de sal kosher
1 xícara de creme de leite
4 onças manteiga sem sal, derretida e resfriada levemente (ops, a minha estava amolecida)
2 ovos grandes
1 colher de chá de extrato de baunilha
1 1/2 xícaras de ruibarbo, dados de 1/4 de polegada

cobertura
3 colheres de sopa de açúcar granulado
1/2 colher de chá de canela em pó

Se usar muffins, forre as formas com papel alumínio ou papel alumínio. Se estiver usando forminhas de pão, unte as forminhas com manteiga, forre com papel manteiga, unte o papel com manteiga. Aqueça o forno a 400 ° F e coloque uma grade no meio do forno. Misture a farinha, o açúcar, o fermento, a canela, o bicarbonato e o sal em uma tigela. Misture bem. Em uma tigela grande, misture o creme de leite, a manteiga, os ovos e a baunilha até ficar homogêneo. Misture delicadamente os ingredientes secos com os ingredientes úmidos até incorporar. Misture o ruibarbo e dobre suavemente para combinar. Divida a massa nas formas de muffin ou nas formas de pão e espalhe a massa até os cantos. Ao fazer muffins, a massa deve amontoar um pouco no centro. Misture o açúcar e a canela para a cobertura. Polvilhe sobre os muffins ou os pães. Asse os muffins até dourar (cerca de 18-22 minutos) ou até que eles passem no teste do palito de dente limpo. Assei meus mini pães por 36 minutos e usei o teste do palito. Retire do forno e deixe esfriar sobre uma gradinha por alguns minutos. Sirva quente. Dá 12 muffins médios ou 3 mini formas de pão (capacidade para cerca de 3 xícaras por bandeja).

68 mordisca & # 8220 adoro seus vegetais & # 8221

No fim de semana, meu marido comeu uma galette de ruibarbo e morango em uma de nossas confeitarias favoritas. Em nosso caminho para casa, ele pediu que eu fizesse mais sobremesas de ruibarbo & # 8211 que momento adorável você tem! Estes parecem deliciosos com seus topos crocantes. Eu os estarei fazendo em breve.

OMG eu & # 8217m tão ciumento. Eu estive ESPERANDO e ESPERANDO e VERIFICANDO e VERIFICANDO se há ruibarbo em minhas mercearias locais. Foi a Nova Inglaterra no sangue do meu [pai & # 8217s] que me apresentou ao ruibarbo quando criança & # 8230, mas o que eu mataria por uma torta de morango e ruibarbo agora. Eu pretendo comprar toneladas dele (ruibarbo) neste verão e congelá-lo para que eu possa assar com ele no próximo outono / verão.

Parece YUMS Jen. Eu gostaria de não ter lido enquanto estou em uma teleconferência, morrendo de fome & # 8230

Esse é um dos meus vegetais favoritos da primavera! Que lindos mini-pães!

OOOOOhhhh isso parece delicioso! I & # 8217m em um grande chute ruibarbo agora mesmo !!

Ooh, quero estender a mão e pegar um pedaço desse top crocante & # 8230.parece tão delicioso! Sim, o ruibarbo estará chegando ao mercado aqui em Ítaca em mais ou menos um mês & # 8230 esperando por isso. :) Você já viu uma das plantas crescendo? Eles podem ser enormes, como grandes arbustos. Planejamos plantar alguns em nosso novo local.

Mal posso esperar que todas as cores bonitas cheguem aos mercados de nossos fazendeiros!

Oh, aqueles parecem tão bons! Eu estou em um grande pontapé de cozimento, mas eu não vi nenhum ruibarbo em Boston ainda.

Além disso, o seu é o único blog de altitude que li e adoro ler suas dicas sobre mudanças, mesmo que elas não se apliquem a mim no mínimo (posso ver o oceano da minha varanda & # 8230 a MUITOS quarteirões de distância, mas se Estico o pescoço e fico na ponta dos pés & # 8230). Talvez seja meu fascínio de infância com a & # 8220preparação para altas altitudes & # 8221 no verso das caixas duncan hines.

Eu sempre me perguntei o que era ruibarbo, embora eu o tenha comido várias vezes. Nunca pensei em compará-los ao aipo. Obrigado por compartilhar esta receita!

OOOO, preciso indexar isso para que quando meu ruibarbo estiver pronto para a colheita na próxima primavera, terei algo saboroso para fazer com ele.

Obrigado, obrigado por uma receita de ruibarbo SEM morango. Eu adoro ruibarbo e fico muito irritado quando ele sempre combinado com morangos. Apenas minha opinião, mas não gosto do combo e acho que o ruibarbo fica muito melhor sozinho. (Este é um discurso retórico moderado, adequado para consumo público. Você deve saber quando eu realmente começar!)

Nova palavra favorita: & # 8220crustic & # 8221 & # 8230 definitivamente mais definitivamente delicioso!
Eu passei por isso na loja quando o cara do mercado disse que estava recebendo suas colheitas na próxima semana & # 8230woot !! Eu & # 8217 estarei pronto e trabalhando em compotas e assados!

Gosto de ruibarbo polvilhado com um pouco de açúcar, umas gotas de vinho e assado no forno.

crústico! sim, boa palavra.
Eu amo os tops, assim como os tops de muffin.

Crescer no ruibarbo da Nova Inglaterra sempre esteve em nosso jardim. Lembro-me de ir ao jardim com o shaker na mão, cortar um talo, enxaguá-lo com a mangueira de jardim & # 8230.shake & # 8230crunch & # 8230.shake & # 8230.crunch.

Oh, como eu amei fazer isso. Ainda estou louco por isso.

Ame todos os vegetais. Amo a maioria das frutas, embora eu esteja em cima do muro sobre Durian. Decididamente fazer. Não. Gostar. Ruibarbo.

Eu amo, amo, amo, AMOR ruibarbo. Normalmente comemos com gengibre em vez de canela, mas terei que dar uma chance a eles um dia, eles parecem deliciosos.

Ahhh, adoro ruibarbo! Temos um arbusto de ruibarbo bem grande em nosso quintal e constantemente temos pratos apresentando-o. Adoro crua, embora com um pouco de açúcar. A propósito, as folhas, aparentemente não são venenosas para os coelhos, as dezenas ao redor do meu bairro estão sempre comendo-as & # 8230.

Eu amo ruibarbo e parecem pequenas joias dentro daquele pão & # 8211 lindo! Eu sou uma daquelas pessoas que comia tudo enquanto crescia. Nunca entendi por que as pessoas não gostam de certos vegetais.

Lisa teve a ideia! Também me lembro de descer até o canteiro de ruibarbo indisciplinado e pegar um estoque & # 8211, mergulhar no açúcar e comer! Ainda posso comer um bolo inteiro de ruibarbo para mamãe em um dia & # 8230.minha predileta. Bem-vindo às alegrias do ruibarbo!

Eu também nunca cozinhei com ruibarbo. Me assusta que se pareça tanto com aipo. Eu sempre esqueço que é aipo ISN & # 8217T.

Mas seus pães estão lindos. Talvez eu dê uma chance ao velho ruivo.

Eu acompanho seu blog há muito tempo & # 8230, mas nunca deixei um comentário (eu sei, ruim) & # 8230
Eu simplesmente admiro suas habilidades culinárias, cozinheiras e não me esqueço da escrita! Seu blog é incrível.

Obrigado por compartilhar receitas tão maravilhosas!

Não seria justo eu dizer que nunca cozinhei com ruibarbo antes! Você sabe? Eu nunca vi isso nesta parte do mundo antes! :(

Embora eu tenha visto muito isso no ano passado em blogs de comida, nunca tive a inteligência que você possui para dizer que é o primo do aipo! É tão apropriado! Eu também adoro produtos de cores vibrantes! Lembro que você tem uma salada de beterraba em algum lugar, vou tentar quando encontrar no mercado!

E eu sempre gostei de latas de pão com pontas bem cortadas como as suas. Todas as minhas 4 latas de pão são aquelas que são curvas nas bordas inferiores, simplesmente porque custam menos da metade daquelas que são lindas como as suas! Não sei por que aqueles que eu gosto (e aqueles que você possui) podem custar muito mais!

Uau, tenho lágrimas nos olhos & # 8230Eu sempre passo pelo ruibarbo no mercado do fazendeiro & # 8217s, ele nunca falou comigo & # 8230 mas as fotos dos seus pães imediatamente me trouxeram de volta ao jardim da minha avó & # 8217s no norte da Califórnia, com enormes plantas de ruibarbo, e sua cozinha, com o cheiro (e gosto!) de suas tortas de ruibarbo (sem palha). Ela se foi há 15 anos, mas o poder das memórias de comida é incrível.

Obrigado pelas memórias e pela inspiração para experimentar o ruibarbo sozinho!

Lindos pães! Eu amo ruibarbo e mal posso esperar para experimentar esta receita.

Eu amo ruibarbo (rabarbara na minha língua :), acho que é um nome engraçado ♦ :)), minha mãe colocava em compotas quando eu era pequeno & # 8230 eu não comia de qualquer forma em anos e eu & # 8217estive ansiando por isso nos últimos seis meses & # 8230 espero vê-lo em breve, este seu pão e um pouco de compota ficariam ótimos juntos! Mal posso esperar para encontrá-lo em nosso mercado de produtores. :)

& # 8220Crustic? & # 8221 Isso me faz rir! Minha nova palavra favorita: crustáceo. Não tenho certeza * do que * fazer com o ruibarbo. Quando eu era pequena, costumávamos cultivar no quintal de casa, e meu pai comia cru, mergulhado em açúcar granulado, o que parecia nojento. Mas este é o mesmo cara que bebeu Suco de Chucrute (sim, tal coisa existe, infelizmente) quando sentiu um resfriado chegando, então qualquer coisa que ele consumisse era suspeito.

Mas sua postagem meio que me fez querer experimentar o primo Harlot Scarlet do aipo novamente & # 8230 quem sabe? Eu gostei que você não combinou com morangos, o que todo mundo parece fazer. Se você tiver que esconder o ingrediente, simplesmente não parece valer a pena. Acho que Karen B. e eu estamos na mesma página.

Só posso dar ao velho ruibarbo outra chance na minha casa, graças a você.

definitivamente picante, é por isso que é tão perfeito em sobremesas. gostaria de poder prová-lo!

Esta receita parece maravilhosa, estou esperando por um show só de ruibarbo! Embora eu ame emparelhado com morangos. Tart + sweet = yum! Além disso, adoro o seu site, agradeço a sua franqueza. Isso é uma palavra?

Gostoso! Sinto falta do ruibarbo que cultivamos quando eu era criança. Plantaria alguns, mas eu & # 8217 sou o único que comerei. Amo minha família, mas idiotas! & # 8230eles precisam comer mais coisas boas, especialmente vegetais. Bem, eu fui exigente quanto a vegetais e amá-los agora.

Eu também adoro frutas e vegetais! Crustic & # 8230haha. Acho que seus pães estão perfeitos.

Oi Jen,
Sobre o melão amargo - experimente fatiá-los em círculos finos (o mais fino, o mais crocante e o mais saboroso), temperar com sal e fritar (não precisa ser fritadeira). Um dos meus petiscos favoritos !! Mantenha as sementes dentro e você obterá uma boa crocância também.

Ele Ele! Eu não apenas gostava de ruibarbo, acho que era porque minha mãe tinha muito dele no lote (hortas comunitárias britânicas) e parecia algo que você tinha que tentar adicionar toneladas de açúcar para fazê-lo sabe bem. Seu pão faz com que pareça pequenas joias escondidas nele e está me fazendo pensar que deveria tentar novamente, embora seja difícil imaginar pagar por ele!

Tenho certeza de que a quantidade de folhas que você & # 8217d teria que comer para receber o veneno de ácido oxálico seria tanta que você nunca conseguiria ficar doente por causa delas. Como alguns quilos?

Nunca cozinhei ou assei com ruibarbo e estou procurando alguma coisa. Isso se encaixa no projeto! Obrigado por uma ótima receita. Vou ter que tentar & # 8230

Sim, este está indo para a lista de & # 8220to-make & # 8221 com certeza. Assim que a primavera e o ruibarbo chegarem, quero dizer. Obrigada pela receita saborosa e crústica!

Ano passado foi minha primeira vez cozinhando / assando ruibarbo, embora eu seja um fã por muito tempo. A mãe da minha melhor amiga costumava aparecer em nossa casa com sacolas de compras cheias que vinham de seu jardim. Tenho uma ótima receita de bolo de café com ruibarbo de trigo integral. Se ao menos fosse sem glúten, eu o faria para nossa empresa neste fim de semana.

Quando criança, eu odiava vegetais & # 8211mas agora, como adulto, gosto deles, especialmente quando preparados no estilo chinês. Seu pão de ruibarbo parece uma maneira divertida de comer vegetais!

O ruibarbo é um vegetal maravilhoso. Eu estive pensando em fazer apenas uma torta de ruibarbo em vez de ruibarbo de morango, o que também é bom. Eu gosto de adicionar raspas de laranja a ele. Dá um toque misterioso.

Eu invejo sua habilidade de amar vegetais. Exceto por alguns vegetais, eles geralmente ativam meu reflexo de vômito e eu tenho que me forçar a comê-los (mesmo quando adulta). Ainda as pulo às vezes para me deixar feliz. Pelo que posso dizer, minha fisiologia tem poucos requisitos além de carne, batata e queijo, mas eu me forço a expandir minha dieta por uma questão de saúde.

Depois de ler, & # 8220 ainda não encontrei um vegetal ou fruta que me recuso a comer & # 8221 imediatamente pensei comigo mesmo, & # 8220 me pergunto se ela realmente come durião? & # 8221 Eu ainda não & # 8217t desenvolvi o paladar para durian, mas isso pode ser devido ao descongelamento da fruta fedorenta na parte de trás da perua da família durante uma viagem de verão do Canadá. Felizmente, meus pais tiveram pena de mim e da minha irmã e comeram durante um pit stop no caminho de volta para casa.

Eu amo ruibarbo e estou ansioso para encontrá-lo em nosso Farmer & # 8217s Market em breve. Minha mãe uma vez confundiu acelga suíça com ruibarbo. O prato resultante era bastante interessante.

Crocante de ruibarbo é minha sobremesa favorita de todos os tempos (sem morangos! Eles apenas estragam o ruibarbo) e uma das minhas lembranças alimentares mais fortes de crescer. Eu adorei e estou feliz que você esteja achando adequado!

Vou fazer isso hoje & # 8230 plano para jogar alguns damascos secos apenas para se divertir !!

Crustic & # 8211 eu adoro isso! Meu pai adoraria estes & # 8211 eu deveria fazê-los para ele. mmmmmm Eu amo massas de creme de leite também. Eles são os melhores!

Eu poderia comer meu peso em durian!

eu adorava vegetais quando criança e meu irmão mais novo também. Tenho essa fortuna de um biscoito da sorte que guardo na carteira, que diz: coma o seu vegetal para ficar forte como o papoula.
a sério é incrível e realmente diz vegetal na forma singular. melhor fortuna e-var!

e & # 8230yum & # 8230i amam ruibarbo. Fiz uma torta de morango e ruibarbo para a páscoa e a cobertura era definitivamente crua.

Na infância, tínhamos um grande canteiro de ruibarbo, que minha bisavó chamava de & # 8216pie planta & # 8217. Como o nome sugere, era frequentemente usado para fazer tortas & # 8230 e batatas fritas e pães etc. Eu amo muito e ver seus lindos pães me lembra que faz um tempo desde que eu & # 8217fiz qualquer coisa com eles. Só de pensar nisso, traz boas lembranças :-)

Sim, e o ruibarbo provavelmente aguentaria mais na massa do que morangos moles :) Eu nunca cozinhei com ruibarbo, pois eles são * muito * raros e quando os vejo uma vez na lua azul, fico nervosa e esqueça o que eu queria fazer com eles. Suspirar. Eu deveria apenas me lembrar desses lindos pães :)

Eu sempre adorei vegetais, embora meus pais não achassem que eu gostava quando era criança. Certamente não sei do que as pessoas falam quando dizem que brócolis / couve-flor é desagradável, espinafre é muito amargo, repolho cheira mal, etc. Eu amo todos. Mas melão amargo é um pouco demais para mim. É como um castigo para a língua!

Jen, ruibarbo é muito difícil de encontrar aqui & # 8211 e, quando disponíveis, custam um braço e uma perna. :(
Esses pães são simplesmente adoráveis ​​e totalmente crus. : D

Eu cresci amando vegetais e saladas & # 8211 minha mãe nunca mistificou comida para mim. Lembro-me de pedir algo para comer entre as refeições e ela me dava tomates picados polvilhados com um pouco de sal ou palitos finos de cenoura crua.

Eu nunca comi ruibarbo ainda na minha vida (e isso faz um pouco mais de 24 anos, droga), mas nunca realmente o achei muito atraente. Bem, essa postagem pode ter mudado isso para mim e eu & # 8217m até mesmo considerando fazer a receita & # 8230. muito bem feito !

Finalmente fiz algo com ruibarbo no ano passado para as terças-feiras com Dorie. Infelizmente, eu ainda não gostava, mas estava orgulhoso de mim mesmo por tentar. Se eu tivesse crescido amando vegetais como você (eu gostaria), provavelmente seria mais corajoso agora. Infelizmente, os vegetais ao redor da nossa casa eram geralmente muito parecidos com a descrição de sua cafeteria. Eu descobri que agora que sou a cozinheira, há uma tonelada a mais de vegetais de que gosto, então é uma melhoria, com certeza.

Aliás, seu comentário sobre casais que fazem tudo juntos me fez rir muito! Obrigado por isso!

Eu tinha acabado de fazer um idiota de ruibarbo com alguns restos de ruibarbo escaldado quando vi seu pão de bebê de aparência deliciosa & # 8220crústico & # 8221. Ainda tem alguns talos & # 8230 então vou tentar. Mais uma vez, você é um fotógrafo / cozinheiro glorioso!

Outra inspiração de Yu! I & # 8217m no ruibarbo me lembra de minha multidão jovem. Eu cerro nostalgia toda vez que vejo e cozinho com ela. Eu só queria que o nosso crescesse melhor no jardim, ou pelo menos não fosse destruído pelo animal branco louco que vivemos conosco. Ei, você está falando & # 8217 sobre nós & # 8220 casais que fazem tudo juntos & # 8221 Eu entendi a mensagem, eu & # 8217 vou dar a vocês dois seu tempo de menina! Amo você, Jen. Todd.

se você adora vegetais e está na área de boston, dê uma olhada no russo & # 8217s, eles têm uma seleção incrível

experimente as muitas variedades de vegetais folhosos asiáticos. não tenha medo se não conseguir pronunciar os nomes. apenas lave, pique e refogue em fogo médio (coberto e mexendo ocasionalmente até murchar completamente) com um pouco de óleo de canola e gergelim, sal e pimenta & # 8211 yum!

Maravilhoso! Eu cresci com ruibarbo e crumbarb and crisps, mas nunca um pão rápido. Eu terei que tentar isso. Quanto a mim, adoro vegetais, mas não sou uma pessoa que gosta de frutas. Bass-ackwards eu sei.

Sobre as folhas (você vai gostar de saber que ele adora cachorros), quando eu morava em PA tínhamos uma planta de ruibarbo ENORME (estava lá quando nos mudamos). Minha mãe estava MUITO animada com isso & # 8211 e nós o desarraigamos. Foi no quintal do cachorro, além disso, eu tinha filhos e simplesmente não conseguia lidar com o estresse das folhas. Não tenho certeza se minha mãe alguma vez me perdoou por matar aquela planta & # 8230

Comprei recentemente um ruibarbo para misturar com morangos (realmente é uma ótima combinação) para recheio de crepe, mas esqueci completamente de adicionar o ruibarbo. Então, em vez disso, fiz esses muffins. Fiz alguns ajustes na receita, mas o único importante foi substituir o creme de leite azedo por iogurte desnatado, que eu não tinha. A textura dos muffins resultantes era quase perfeita & # 8211 fofa, mas firme & # 8211 e, uma vez que o iogurte é muito mais saudável do que o creme de leite, acho que continuarei com essa mudança. Tenho certeza de que farei esses muffins pelo menos uma vez a cada primavera, porque é uma maneira muito simples de mostrar ruibarbo.

Tara & # 8211 legal! Espero que ele goste dessa receita também. Eu adoro quando os caras gostam de frutas e vegetais :)

Lisa & # 8211 ei, boa ideia! Congela bem? Vou tentar isso. Ainda é cedo aqui para o ruibarbo.

Rosa & # 8211 obrigada, acho que estou me apaixonando pelo ruibarbo.

Amy & # 8211 I & # 8217vei fotos das plantas e elas são fantásticas! Eu & # 8217 adoraria ter um desses ao redor do meu jardim & # 8230 espere, eu & # 8217 adoraria apenas TER um jardim :( Espero que você plante bastante e tire muitas fotos.

Whitney e # 8211 eu também. Porém, eu preciso chegar AO mercado do agricultor & # 8217s primeiro.

Adrienne também & # 8211 eu & # 8217 tenho certeza de que fará uma aparição em breve. Nossa, obrigado! Eu nem sei se minhas dicas de alta altitude funcionam) Quer dizer, é basicamente uma questão de tentar não tankar tudo que eu inventei aqui.

Christina & # 8211 yay! agora você sabe :)

Chiot & # 8217s Run & # 8211 nice, fico sempre feliz em saber que outras pessoas estão fazendo jardinagem. Ainda não descobri aqui, mas um dia - embora eu não ache que meu clima seja favorável ao ruibarbo.

Collette & # 8211 eu não consigo nem lembrar o gosto que tem com morangos, mas eu sei que gosto bastante por conta própria :)

Tartelette & # 8211 Eu não sabia que você poderia fazer geléia com ruibarbo. Espero que você poste uma receita! Muito curioso agora.

Barbara & # 8211 uau! Isso parece fabuloso.

Lisa & # 8211 É tão legal como as pessoas faziam isso. Eu nunca pensei assim. Mmmm.

Diane & # 8211 I & # 8217m impressionaram que o durian tem uma classificação mais elevada do que o ruibarbo)

Bem, acho que isso é bom para os coelhos, hein? ha ha. Tão fofo.

Caitlin & # 8211 bom para você! Fico feliz em ouvir isso. Eu gostaria que mais gente crescesse como você.

Twila M & # 8211 Vocês ficam falando sobre fazer isso, eu nunca pensei que vocês conseguiriam! Isso parece ótimo.

Rupa & # 8211 você & # 8217é muito doce e obrigado por comentar :) Não é tão ruim, afinal, hein? :)

Sra. E & # 8211 desculpe, querida! Um dia você terá que visitar os EUA e explorar todas essas guloseimas (mas, na verdade, prefiro visitar a Ásia e explorar todas essas guloseimas!) Acho que encontrei essas latas em nossa loja gourmet local. Eu nem pensei em cantos arredondados.

Karen B & # 8211 Awww. As avós são tão especiais. Fico feliz que você tenha BOAS memórias. Espero que você faça mais alguns.

Maja & # 8211 nome legal, adorei! Compotas? Eu também terei que tentar isso.

TheKitchenWitch & # 8211 Eu não sei de onde vim com essas palavras idiotas. Bobagem. Primo Harlot Scarlet ?! Isso é ótimo! Amo esse nome. Acho que só queria descobrir qual era o gosto do ruibarbo sozinho, pois já sei que adoro morangos :)

Aran é adorável, não é ?! Obrigado pelo cutucão!

Eileen & # 8211 sim, franqueza é uma palavra e muito obrigada) Você & # 8217é muito doce.

Kristin & # 8211 Sim, espero que você possa encontrar alguns em um mercado para que possa se dar ao luxo de vez em quando :)

Steph & # 8211 obrigado e yay para os amantes de frutas e vegetais!

Binsy & # 8211 hmmm, essa & # 8217 é uma nova maneira de experimentar! Minha mãe mexa fatias de batata frita com carne de porco e feijão preto picante e pimenta e alho & # 8211 é tããão bom (exceto para o melão amargo! & # 8211 ha ha ha).

Jenny & # 8211 oh, estou com inveja. Parece incrível :) E sim, você está correto, você tem que comer cerca de 25 kg ou algo assim para obter os níveis tóxicos. hee hee

Debbie e # 8211 fico feliz por não ser a única novata no ruibarbo!

Andrea & # 8211 mmm, parece uma receita adorável. Preciso assar com mais trigo integral.

Mamãe asiática & # 8211 bom para você, senhora! Acho que tenho a mente mais aberta em relação aos vegetais agora como um adulto, mas eu realmente gostava da maioria deles quando criança.

Tracy & # 8211 I & # 8217 terei que tentar a torta. Eu não sou uma pessoa que gosta de tortas. Eu deveria ser. Uau, não acredito que você não gosta de vegetais! Mesmo algo como palitos de cenoura? Eu adoro comer isso (ou pepinos ou jicama & # 8230)

Leah – durian is an outlier, I mean, it’s on the fringe of what I’ll eat. Wow, I wonder what your mom made with the Swiss chard?

Gretchen – great idea! I LOVE crisps. Will have to try that too.

Mollie – sour cream makes batters soooo nice.

Cindy – that’s a great fortune. I especially love the ones with choice Chinglish. Mmmm!

Allen – nice, and awesome memories. I love the name “pie plant”. Obrigado por compartilhar.

Manggy – I used to get rhubarb confusion too. It’s so pretty in the markets, but what to make? I learned from the dude at the store that they will last forever (almost). Bitter melon makes me wince when I eat it.

Patricia – ooooh :( Thanks! Your mom did the right thing. My mom used to cut up veggies for me to snack on at home after school. I think parents have a huge influence on kids’ eating habits.

Kirsa – thanks! Espero que você goste.

Holly – Well, I have to give you lots of credit for trying and it sounds like you are doing the right thing – cooking them to your liking. Yay!! :)

Foodarts – a rhubarb fool? You guys are making such great stuff with rhubarb! Now you’re giving me tons of ideas. Thanks :)

WoRC – dude, you have rhubarb too?! *sigh* I’m moving in… That Sierra, she’s sooooo funny. You and D don’t fall into that category, hon. I love the healthy and awesome relationship that you guys have. XXOO

Laura – hey, at least you like veggies! That’s better than a lot of folks. Oh man, I’ll bet she was sad. But you’re right – especially with dogs (they will get into and eat anything).

Bridget – good to know it works with yogurt too! Nice :)

Yum, these sounds good. My mum used to grow rhubarb, but I don’t think it’s around any more. I’ll have to get a new plant since you’ve reminded me of the joy of rhubarb :)

Ohh, I would definitely love to try this! I’ve yet to bake anything with rhubarb and feel like it’s a shame whenever I pass it in the market :)

Arwen – wow, I’m jealous you can grow it! :)

Kasey – this is a nice intro to rhubarb, me thinks. Hope you grab some next time you walk past it!

what a delicious recipe. I made muffins for a neighbor who called 911 after a drunk driver hit both cars parked in front of my house. they caught the guy, thanks to the neighbor. I ended up getting 24 muffins out of a single batch, which was just perfect. thanks for sharing this and other recipes/photos etc. what a wonderful labor of love.

I’ve been skeptical of rhubarb for a long time now, but I think it’s time to get over it. I’ll have to give this recipe a try!

Holly – I hope you like the rhubarb. I wasn’t sure at first either, but… it’s pretty awesome!

I loved these muffins. This was my first rhubarb experience, and I am sold on them. Obrigado!

I got rhubarb in my CSA box this morning AND the oven repairman came – what a lucky day! I’ve never cooked with rhubarb before, so I tried this recipe and it got four thumbs up from this family! It was dessert tonight, but will make a wonderful breakfast tomorrow. It *almost* looked as pretty as yours. Obrigado!

Karen – oh man, I’m jealous of that rhubarb now :) Thanks!

[…] Use Real Butter Cinnamon Rhubarb Mini Loaves : This week in our co-op box we got rhubarb. I have never had this strange red celery looking […]

Just made these for the second time (the first time was 2 summers ago). Major success! I like rhubarb separate from strawberries.

[…] rhubarb muffins almost 5 years ago (wow), and I only know that because I noticed my old comment on Jen’s post where I originally found this recipe, and I wrote just that a long time ago. I do definitely […]


How to force rhubarb

Discover how to force rhubarb in late winter so that you can enjoy an early crop in spring.

Published: Wednesday, 28 August, 2019 at 9:24 am

Plant is at its best in January

Plant is at its best in February

Plant is at its best in March

Plant is at its best in April

Plant is not at its best in May

Plant is not at its best in June

Plant is not at its best in July

Plant is not at its best in August

Plant is not at its best in September

Plant is not at its best in October

Plant is not at its best in November

Plant is not at its best in December

Do not To do in September

Forcing rhubarb – covering the crowns to prevent light reaching them – will encourage the plants to make early growth.

These pale, forced stalks can be harvested for use in cooking when they are 20-30cm long and are a useful crop when there is little else in store from the garden.

Force the stems of established rhubarb plants only – young plants may not have sufficient energy reserves to produce early stems, and subsequent growth may be compromised.


Rhubarb Cake

Mostly troubled in the sense that I could not leave a perfectly fine cake alone, and insisted on messing with it. For months.

You see, I’ve been baking this rhubarb cake repeatedly, and by repeatedly I mean no less than four times, in the past two months. Not because it was bad the first time, or the second time, or the third time. I kept baking it and tinkering with it because I believed I could do Melhor than a “good” cake, despite several testers telling me it was delightful the way it was.

Sometimes I tell myself my perfectionistic nature is an asset. This isn’t one of those times.

If I would have just accepted that this almond-scented, light, buttery cake with tart rhubarb on top was perfectly fine as it was on the first or second try, you’d have been reading this recipe at the end of May.

Instead here we are, nearly in August with rhubarb mostly out of season, and I’m finally publishing this rhubarb cake exactly the way I made it the first time, because it was just right the first time.

I wouldn’t even have published it now, and would likely have continued in a spiral of “well it’s out of season now so what’s the point” and “it’s way too late on a Sunday night and it’s a lot of work and I’m tired” — except that Brian finally turned to me tonight and said, “stop messing around and complaining and wasting time, and just do it already.”

Nearly three years down the line of writing this blog, I sometimes forget that I started it because I truly loved baking — just for the sheer joy of it — and wanted to share some great recipes for people to bring into their lives.

Somewhere in the chaos of SEO and advertisers and Google algorithms and site speed and lazy loading (I still really don’t know what that means), I’ve become convinced that in order for this blog to be successful, every single recipe, every single post, has to be completely perfect before it is published, and that belief has taken all the fun out of it.

If you couldn’t already tell, I tend towards Type A perfectionism to begin with, and the world of food blogging contains a lot of opportunities for comparison and obsessiveness. Every day it seems like someone else publishes a recipe that I’d been thinking of developing, and they do it faster and better.

This has led to a paralysis of sorts that I feel has held me back from doing what I really wanted to do in the first place: share simple and approachable recipes and have fun in the process.

You may have noticed that my posts have been less frequent of late, and this is why. The comparison trap and the need for perfection are strong.

But the truth is, if I don’t show up because I don’t feel perfect, then my voice is silenced. The way I express myself through this blog and these recipes is silenced. And I don’t give myself the opportunity to fail or succeed because I’m not even willing to try. Yes, this is just a baking blog, but it feels like a larger statement about life, too.

My middle school math teacher was obsessed with basketball and he always had one of those cheesy posters on the wall in the classroom that said “you miss 100% of the shots you don’t take”. You know what? That’s not cheesy, it’s just true.

So here is a recipe for a really good rhubarb cake. Maybe it’s not the “best ever rhubarb cake” or “the only rhubarb cake recipe you’ll ever need” or whatever other superlatives people use when naming recipes – but it’s dependable, it’s light and subtle, it has been tested to high heaven, and it is good.

We’ve dealt with rhubarb before on this blog — see these rhubarb rolls and strawberry rhubarb pie for a refresher — but it remains a finicky vegetable slash fruit nonetheless. Exceedingly tart and really only edible when cooked in sugar, it’s still one of my favorite summer ingredients because it’s so unique.

My best friend’s mom tried to grow rhubarb in her garden this year, which would’ve been awesome but for the fact that her dog insisted on marking his territory on the plant, and it has grown thin and spindly ever since.

So maybe next year I’ll get to try rhubarb from her garden, but until that time it’s generally available at farmers markets and the grocery store in early summer.

Notes on making this rhubarb cake

  1. Color. For the best color in the finished cake, choose rhubarb that is as deeply red as you can find. I was told by a vendor at the farmer’s market that red stalks have been exposed to more sunlight, whereas green stalks are more likely to be seen earlier in the season when clouds and rain prevail. I also found that brushing melted butter over the arranged rhubarb before baking also kept the color more intact.
  2. Thin rhubarb is best. Cut your rhubarb in half lengthwise (for really thick stalks, you might even need to cut in quarters) so you have thin stalks that will stay on top of the cake as it bakes, rather than sinking into it. Then cut it into about two inch lengths for arranging.
  3. Pattern. Arrange the rhubarb in whatever pattern you like best – I did a modified chevron a couple times, as shown in these photos, but it also works by just laying the rhubarb all in one direction if you prefer the simple route or are pressed for time.
  4. Springform pan. Using a springform pan with removable sides is definitely the best option for this cake, as having to remove the cake from a regular cake pan would be more likely to damage the fragile rhubarb on top.
  5. Use buttermilk. In the process of my tinkering, I tried this cake with buttermilk, sour cream, and greek yogurt. I was surprised that I liked the buttermilk version the best, as it was the lowest fat option. Something about the flavor just works in this cake. If you don’t have buttermilk, you can certainly use an equal amount of sour cream or greek yogurt instead in a pinch.

So, here’s the recipe for this very good, very dependable rhubarb cake. Thanks for being here – I truly appreciate it.


Wondering what to do with all that rhubarb popping up in your garden or at the farmers' market? Fans of the spring vegetable eagerly await the arrival of rhubarb season each year&mdashif you look forward to it each year, consider planting rhubarb at home. An easy-to-grow perennial, sow rhubarb crowns once (you typically don't start it from seeds) and it'll come up year after year. Lucky for you, we're also rhubarb connoisseurs, and that means that we have a collection of recipes that'll help you make the most of this tasty, colorful spring crop.

Rhubarb, either in the garden or in the market, is a delicious sign that the start of spring is officially here soon there will be asparagus and other seasonal treats, but because rhubarb season is relatively short, you'll want to make the most of its fleeting time. Bakers everywhere love the rosy hue and tart taste of rhubarb, and they use it in pies, crisps, and cakes. Beyond baking, roast rhubarb with rosé wine for an elegant spring dessert or make rhubarb custards or a most refreshing Chilled Rhubarb and Raspberry Soup.

But don't think rhubarb recipes are all desserts botanically speaking, rhubarb is a vegetable, but one that we treat as a fruit. It has a very tart flavor and is always cooked with a sweetener, even when used for savory recipes. Try it in a rhubarb-cherry sauce served with meat or a spring salad with goat cheese.

Here's what you need to know to make the most of rhubarb: Look for thin, red-pink crisp stalks, as these will have the best texture. If the stalks are floppy, this is a good indication that they were picked too long ago you'll want to leave those behind. When you get home, wrap the rhubarb stalks in plastic and refrigerate for up to one week. You can also freeze rhubarb and enjoy it for months to come. To use rhubarb, rinse it well then trim the bottoms and tops of the stalks. If there are any leaves, slice off and discard (the leaves are toxic). If the stalks are stringy, remove with a small paring knife, as you would for celery.

Now the fun part: There are so many ways to cook rhubarb. Be sure to try rhubarb as a compote or a refreshing drink as well as baked in muffins. And don't forget how well its sweet-tart flavor pairs with savory foods!


How to Cook Rhubarb

Este artigo foi coautor de nossa equipe treinada de editores e pesquisadores que o validaram quanto à precisão e abrangência. A Equipe de Gerenciamento de Conteúdo do wikiHow monitora cuidadosamente o trabalho de nossa equipe editorial para garantir que cada artigo seja apoiado por pesquisas confiáveis ​​e atenda aos nossos padrões de alta qualidade.

There are 23 references cited in this article, which can be found at the bottom of the page.

wikiHow marks an article as reader-approved once it receives enough positive feedback. This article received 33 testimonials and 94% of readers who voted found it helpful, earning it our reader-approved status.

This article has been viewed 887,697 times.

Rhubarb is a vegetable with a unique, tart flavor. It is often sweetened with other ingredients to make it more enjoyable. The simplest ways to cook rhubarb are to stew or roast it with sugar. Rhubarb pie is perhaps the most popular rhubarb recipe and is fairly simple to make. [1] X Research source


Rhubarb…. growing, caring for and eating

Love it or hate it, rhubarb been around for centuries and was originally grown for its medicinal properties. There are many varieties with stem colours ranging from green to pink to red, and a green stalk doesn’t necessarily mean a sour stalk.

Rhubarb is a perennial crop (all being well it will keep growing back year after year) and prefers a cooler climate, needing temperatures of below 5°C to break its dormancy and no more than 24°C to produce lots of growth, making it an ideal vegetable to grow in Ireland. Once planted it can stay productive for up to 15 years.

Along with many plants, rhubarb prefers fertile, well-drained soil with lots of organic matter dug in, preferably in a sunny spot. If you use fertilisers a sprinkling of a general fertiliser such as blood, fish and bone meal around the stems in the spring (taking care to keep it clear of the crown) will improve the yields. Likewise a shovel full of well-rotted manure or composted leaves applied in the autumn (taking care not to cover the crown which may encourage it to rot) will benefit the plant greatly. Rhubarb also prefers to grow in slightly acidic soil with a pH of around 6 – 6.8.

Roots should ideally be planted in the early spring, and if you want more than one plant, space them around 60-120cm (1 – 2′) apart. Dig a large hole and mix in lots of organic matter. Plant the roots with the crown bud 5cm (2″) below the surface of the soil, firming the soil around the roots but keeping it loose over the buds, watering in the crowns after planting. Don’t just forget about it once it’s in, although it’s a tough, hardy plant it still needs some care and attention… water your rhubarb in dry spells and remove the flower stalks as soon as you see them, usually in the spring (they look quite different from the stems), and keep weeding around it.

During the first year of growth, don’t pick the stalks as the leaves on the plant will nourish the roots for the following year’s growth. During the second year, and only if the plant is growing well, just pick a few stalks. After that the whole plant can be harvested.

To harvest rhubarb just cut the stalks at the soil line or pull them out one at a time, either taking them all out or just as you need them, usually between April and September. Once the stalks have been cut, remove the leaves which can cause poisoning if large quantities of raw or cooked leaves are eaten. The stems also contain it but to a much lesser degree. However, if the plant is hit by frost and the stems seem soft and mushy, don’t eat them, send them to the compost heap instead. Although the leaves can be dangerous if they’re eaten, it’s okay to compost them… they’ll decompose and breakdown in the heap without causing any problems.

Some people like to force rhubarb, giving an earlier crop, but personally I’ve always left it to develop naturally.

There are many recipes using these delicious stalks, rhubarb crumble wins hands down in our household every time, although I did taste a delicious rhubarb cake last year as well as a divine roasted rhubarb cheesecake.

4 sticks of rhubarb chopped roughly
About a 3/4 cup of sugar
Juice of 1.5 lemons
Zest from 3/4 of one lemon
about a cup or so of water. Just enough to cover the rhubarb in a large saucepan which will make a rhubarb lemony syrup.)

Place everything in a pan and add the water as above. Bring to the boil and simmer for about 8-10 mins until all the rhubarb has broken down. Taste it. If you like lemonade zingy and tart, you might want to add some more sugar and give it another minute or two to dissolve.

Strain through some muslin (or a clean nylon stocking) and sieve into a container (or for keeping in a sterilised jar) Sarah wrote a blog on sterilising here.

“The rhubarby mush is perfect for stirring into yoghurt or your porridge in the morning!” Let it cool. This is a concentrated syrup. Sarah used about 1/3 of a glass of this syrup poured over lots and lots of ice and top it up with water or sparkling water for some fizz. Taste to test and add more syrup or water as you need!”


Harvesting Rhubarb

Botanically, rhubarb is a vegetable, but it's most commonly used in sweet recipes such as pies and preserves. (Savory dishes are also an option with a little creativity.)

Rhubarb is safe to eat raw, but only eat the stalks. The leaves contain higher levels of oxalic acid and glycocides, which are toxic in large amounts. (In WWI Britain, people became ill after a government publication encouraged the use of leaves for food during wartime.)

Don't use stalks from leaves that are damaged by frost, as the frost can force the toxins from the leaves into the stems. The first year of planting, don't harvest. Give the plant time to grow. (See more on growing rhubarb here.)

Harvest stalks once they reach a good size, starting in April or May and continuing through mid-summer. Remove stalks with a quick “snap” at the base of the plant or a sharp knife. Trim off leaves. Never pick all the stalks from a plant.

Early stalks will be more tender than stalks later in the season. Rhubarb plant grown with plenty of moisture will also be more tender than those grown in dry conditions. Some sources note that larger stalks are tougher than thin stalks, or stalks with deeper colors are sweeter, but I haven't found this to be the case. It's all about the growing conditions.

If you're selecting rhubarb at the store or farmers market, look for stalks that are firm and not wilted or floppy.


Interações do leitor

Comentários

October 03, 2019 at 1:05 am

Okay, earnestly, somehow, my Ball book has literally vanished from my kitchen, quite possibly shortly after our house fire in 2014. Although some canning recipes are normally easy to get my hands on, I am literally just looking for a plain old processing & canning recipe for the rhubarb in my garden which was donated to me from a girlfriend who did not want her young daughters near it, (I would assume because of leaf toxicity). Just and plain….cook and water bath canning…..recipe. Everyone throws this and that in, and one website doesn’t even have cooking times, mentioned, let along any measurements I’ve never canned rhubarb before, but I do remember it from my childhood and would prefer to begin preserving it. Any help would be deeply appreciated. Thank you very much in advance.

October 13, 2019 at 9:30 pm

Hi Dawn, the above collection of rhubarb canning recipes and techniques should be of some use.

Leave a Reply Cancel reply

Este site usa Akismet para reduzir o spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Assista o vídeo: Kardynał Nycz wstydzi się za niektórych katolików. Niepotrzebnie! (Janeiro 2022).