De outros

Bratwurst de foie gras, comida caseira luxuosa

Bratwurst de foie gras, comida caseira luxuosa



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Pegue um prato clássico de comida caseira e acrescente algo extravagante a ele, e você estará participando de uma das tendências de restaurantes mais quentes da atualidade.

De hambúrgueres de carne Kobe a lagosta com queijo mac 'n', pratos que homenageiam a comida que os americanos amam, elevando-os a luxos, provaram ser um sucesso entre os clientes.

Uma das últimas iterações desse conceito é o cachorro-quente de foie gras.

Eles não são feitos inteiramente de fígado de pato gordo, com os chefs geralmente apenas dobrando um pouco do excesso de gordura do foie gras nos cachorros-quentes para torná-los mais ricos.

John Critchley, chef do Urbana Restaurant & Wine Bar em Washington, D.C., oferece um "foie pirralho" em seu menu.

A base da salsicha é carne de coxa de frango, que ele mistura com gordura de porco e pedaços de foie gras em cubos que sobraram do preparo de tochas.

Ele purifica o frango finamente, misturando com xerez, leite em pó seco, sementes de coentro, sal e pimenta. Depois acrescenta o foie gras e a gordura de volta, faz um purê até ficar homogêneo, enfia em uma tripa de porco e escalda no leite com folha de louro e casca de limão.

No serviço, ele sela na manteiga e no azeite de oliva, “para que a casca do porco fique crocante”. Em seguida, ele aquece em uma redução de cidra.

Ele usa essa redução para fazer um molho com manteiga e ervas e serve sobre cebolas cozidas lentamente e levemente caramelizadas. Custa $ 7.

Critchley começou a adicionar foie gras à salsicha há vários anos, quando era chef do Toro, o restaurante de tapas Ken Oringer em Boston.

Lá, ele substituiu parte da gordura de porco normalmente usada na linguiça catalã, principalmente de vitela butiffara com gordura de foie gras.

“Isso foi muito bom”, disse ele.

O carrinho móvel do Red Apron Butchery, que começou a operar no verão passado em Washington, D.C., também serve um pirralho de foie gras.

O chef Nathan Anda começa com carne de porco e usa gordura de foie gras para emulsificá-la.

“É delicioso”, disse ele. Ele acrescentou trufas negras italianas e vendeu-o em um pão por US $ 10, um prêmio de US $ 2 para os outros cachorros-quentes.

Michael Fiorelli, chef do restaurante Mar’sel no Terranea Resort em Rancho Palos Verdes, Califórnia, também faz pirralhos de foie gras.

“É uma salsicha bem tradicional. Acabamos de substituir um pouco da vitela por foie gras ”, disse ele, observando que as terrinas de bratwurst e foie gras são cozidas escaldando-as.

Durante a celebração da Oktoberfest do ano passado, ele serviu com mostarda trufada e geleia de cebola em pãezinhos de brioche.

“As pessoas enlouqueceram”, disse ele. “Os fãs deliram sobre isso como fãs de luta livre profissional.”

Ele cobrou US $ 9 por link, ou US $ 16 com uma cerveja alemã.

“Nós os vendemos por mesa cheia - 10 a 12 por mesa.” “Vamos trazê-lo de volta, com certeza”, disse ele.

Entre em contato com Bret Thorn em [email protected]
Siga-o no Twitter: @foodwriterdiary


Foie gras

foie gras ( Inglês: / ˌ f w ɑː ˈ ɡ r ɑː / (ouvir), Francês: [fwa ɡʁɑ] "fígado gordo" em francês) é um produto alimentar especial feito de fígado de pato ou ganso. De acordo com a lei francesa, [1] foie gras é definido como o fígado de um pato ou ganso engordado por gavagem. Na Espanha [2] e em outros países, ocasionalmente é produzido com alimentação natural. [3] Os patos são alimentados à força duas vezes por dia durante 12,5 dias e os gansos três vezes por dia durante cerca de 17 dias. Os patos são normalmente abatidos aos 100 dias e os gansos aos 112 dias. [4]

O foie gras é uma iguaria popular e conhecida na cozinha francesa. Seu sabor é descrito como rico, amanteigado e delicado, ao contrário de um pato comum ou fígado de ganso. O foie gras é vendido inteiro ou preparado em mousse, parfait ou patê, e também pode ser servido como acompanhamento de outro alimento, como o bife. A lei francesa afirma que "o foie gras pertence ao patrimônio cultural e gastronômico da França". [5]

A técnica de gavagem data de 2500 aC, quando os antigos egípcios começaram a criar pássaros para alimentação e deliberadamente engordaram os pássaros por meio da alimentação forçada. [6] Hoje, a França é de longe o maior produtor e consumidor de foie gras, embora existam produtores e mercados em todo o mundo, especialmente em outras nações europeias, nos Estados Unidos e na China. [7]

A produção de foie gras com base em gavage é controversa, principalmente devido às preocupações com o bem-estar animal sobre alimentação forçada, alojamento e manejo intensivos e aumento do fígado para 10 vezes seu volume normal. Vários países e jurisdições têm leis contra a alimentação forçada e a produção, importação ou venda de foie gras, mesmo onde for legal, vários varejistas se recusam a estocá-lo.


Foie gras

foie gras ( Inglês: / ˌ f w ɑː ˈ ɡ r ɑː / (ouvir), Francês: [fwa ɡʁɑ] "fígado gordo" em francês) é um produto alimentar especial feito de fígado de pato ou ganso. De acordo com a lei francesa, [1] o foie gras é definido como o fígado de um pato ou ganso engordado por gavagem. Na Espanha [2] e em outros países, é ocasionalmente produzido com alimentação natural. [3] Os patos são alimentados à força duas vezes por dia durante 12,5 dias e os gansos três vezes por dia durante cerca de 17 dias. Os patos são normalmente abatidos aos 100 dias e os gansos aos 112 dias. [4]

O foie gras é uma iguaria popular e conhecida na cozinha francesa. Seu sabor é descrito como rico, amanteigado e delicado, ao contrário de um pato comum ou fígado de ganso. O foie gras é vendido inteiro ou preparado em mousse, parfait ou patê, e também pode ser servido como acompanhamento de outro alimento, como o bife. A lei francesa afirma que "o foie gras pertence ao patrimônio cultural e gastronômico da França". [5]

A técnica da gavagem data de 2500 aC, quando os antigos egípcios começaram a criar pássaros para alimentação e deliberadamente engordaram os pássaros por meio da alimentação forçada. [6] Hoje, a França é de longe o maior produtor e consumidor de foie gras, embora existam produtores e mercados em todo o mundo, especialmente em outras nações europeias, nos Estados Unidos e na China. [7]

A produção de foie gras com base em gavage é controversa, principalmente devido às preocupações com o bem-estar animal sobre alimentação forçada, alojamento e manejo intensivos e aumento do fígado para 10 vezes seu volume normal. Vários países e jurisdições têm leis contra a alimentação forçada e a produção, importação ou venda de foie gras, mesmo onde for legal, vários varejistas se recusam a estocá-lo.


Foie gras

foie gras ( Inglês: / ˌ f w ɑː ˈ ɡ r ɑː / (ouvir), Francês: [fwa ɡʁɑ] "fígado gordo" em francês) é um produto alimentar especial feito de fígado de pato ou ganso. De acordo com a lei francesa, [1] foie gras é definido como o fígado de um pato ou ganso engordado por gavagem. Na Espanha [2] e em outros países, é ocasionalmente produzido com alimentação natural. [3] Os patos são alimentados à força duas vezes por dia durante 12,5 dias e os gansos três vezes por dia durante cerca de 17 dias. Os patos são normalmente abatidos aos 100 dias e os gansos aos 112 dias. [4]

O foie gras é uma iguaria popular e conhecida na cozinha francesa. Seu sabor é descrito como rico, amanteigado e delicado, ao contrário de um pato comum ou fígado de ganso. O foie gras é vendido inteiro ou preparado em mousse, parfait ou patê, e também pode ser servido como acompanhamento de outro alimento, como o bife. A lei francesa afirma que "o foie gras pertence ao patrimônio cultural e gastronômico da França". [5]

A técnica da gavagem data de 2500 aC, quando os antigos egípcios começaram a criar pássaros para alimentação e deliberadamente engordaram os pássaros por meio da alimentação forçada. [6] Hoje, a França é de longe o maior produtor e consumidor de foie gras, embora existam produtores e mercados em todo o mundo, especialmente em outras nações europeias, nos Estados Unidos e na China. [7]

A produção de foie gras com base em gavage é controversa, principalmente devido às preocupações com o bem-estar animal sobre alimentação forçada, alojamento e manejo intensivos e aumento do fígado para 10 vezes seu volume normal. Vários países e jurisdições têm leis contra a alimentação forçada e a produção, importação ou venda de foie gras, mesmo onde for legal, vários varejistas se recusam a estocá-lo.


Foie gras

foie gras ( Inglês: / ˌ f w ɑː ˈ ɡ r ɑː / (ouvir), Francês: [fwa ɡʁɑ] "fígado gordo" em francês) é um produto alimentar especial feito de fígado de pato ou ganso. De acordo com a lei francesa, [1] o foie gras é definido como o fígado de um pato ou ganso engordado por gavagem. Na Espanha [2] e em outros países, ocasionalmente é produzido com alimentação natural. [3] Os patos são alimentados à força duas vezes por dia durante 12,5 dias e os gansos três vezes por dia durante cerca de 17 dias. Os patos são normalmente abatidos aos 100 dias e os gansos aos 112 dias. [4]

O foie gras é uma iguaria popular e conhecida na cozinha francesa. Seu sabor é descrito como rico, amanteigado e delicado, ao contrário de um pato comum ou fígado de ganso. O foie gras é vendido inteiro ou preparado em mousse, parfait ou patê, e também pode ser servido como acompanhamento de outro alimento, como o bife. A lei francesa afirma que "o foie gras pertence ao patrimônio cultural e gastronômico da França". [5]

A técnica da gavagem data de 2500 aC, quando os antigos egípcios começaram a criar pássaros para alimentação e deliberadamente engordaram os pássaros por meio da alimentação forçada. [6] Hoje, a França é de longe o maior produtor e consumidor de foie gras, embora existam produtores e mercados em todo o mundo, especialmente em outras nações europeias, nos Estados Unidos e na China. [7]

A produção de foie gras com base em gavage é controversa, principalmente devido às preocupações com o bem-estar animal sobre alimentação forçada, alojamento e manejo intensivos e aumento do fígado para 10 vezes seu volume normal. Vários países e jurisdições têm leis contra a alimentação forçada e a produção, importação ou venda de foie gras, mesmo onde for legal, vários varejistas se recusam a estocá-lo.


Foie gras

foie gras ( Inglês: / ˌ f w ɑː ˈ ɡ r ɑː / (ouvir), Francês: [fwa ɡʁɑ] "fígado gordo" em francês) é um produto alimentar especial feito de fígado de pato ou ganso. De acordo com a lei francesa, [1] foie gras é definido como o fígado de um pato ou ganso engordado por gavagem. Na Espanha [2] e em outros países, ocasionalmente é produzido com alimentação natural. [3] Os patos são alimentados à força duas vezes por dia durante 12,5 dias e os gansos três vezes por dia durante cerca de 17 dias. Os patos são normalmente abatidos aos 100 dias e os gansos aos 112 dias. [4]

O foie gras é uma iguaria popular e conhecida na cozinha francesa. Seu sabor é descrito como rico, amanteigado e delicado, ao contrário de um pato comum ou fígado de ganso. O foie gras é vendido inteiro ou preparado em mousse, parfait ou patê, e também pode ser servido como acompanhamento de outro alimento, como o bife. A lei francesa afirma que "o foie gras pertence ao patrimônio cultural e gastronômico da França". [5]

A técnica de gavagem data de 2500 aC, quando os antigos egípcios começaram a criar pássaros para alimentação e deliberadamente engordaram os pássaros por meio da alimentação forçada. [6] Hoje, a França é de longe o maior produtor e consumidor de foie gras, embora existam produtores e mercados em todo o mundo, especialmente em outras nações europeias, nos Estados Unidos e na China. [7]

A produção de foie gras com base em gavage é controversa, principalmente devido às preocupações com o bem-estar animal sobre alimentação forçada, alojamento e manejo intensivos e aumento do fígado para 10 vezes seu volume normal. Vários países e jurisdições têm leis contra a alimentação forçada e a produção, importação ou venda de foie gras, mesmo onde for legal, vários varejistas se recusam a estocá-lo.


Foie gras

foie gras ( Inglês: / ˌ f w ɑː ˈ ɡ r ɑː / (ouvir), Francês: [fwa ɡʁɑ] "fígado gordo" em francês) é um produto alimentar especial feito de fígado de pato ou ganso. De acordo com a lei francesa, [1] foie gras é definido como o fígado de um pato ou ganso engordado por gavagem. Na Espanha [2] e em outros países, é ocasionalmente produzido com alimentação natural. [3] Os patos são alimentados à força duas vezes por dia durante 12,5 dias e os gansos três vezes por dia durante cerca de 17 dias. Os patos são normalmente abatidos aos 100 dias e os gansos aos 112 dias. [4]

O foie gras é uma iguaria popular e conhecida na cozinha francesa. Seu sabor é descrito como rico, amanteigado e delicado, ao contrário de um pato comum ou fígado de ganso. O foie gras é vendido inteiro ou preparado em mousse, parfait ou patê, e também pode ser servido como acompanhamento de outro alimento, como o bife. A lei francesa afirma que "o foie gras pertence ao patrimônio cultural e gastronômico da França". [5]

A técnica de gavagem data de 2500 aC, quando os antigos egípcios começaram a criar pássaros para alimentação e deliberadamente engordaram os pássaros por meio da alimentação forçada. [6] Hoje, a França é de longe o maior produtor e consumidor de foie gras, embora existam produtores e mercados em todo o mundo, especialmente em outras nações europeias, nos Estados Unidos e na China. [7]

A produção de foie gras com base em gavage é controversa, principalmente devido às preocupações com o bem-estar animal sobre alimentação forçada, alojamento e manejo intensivos e aumento do fígado para 10 vezes seu volume normal. Vários países e jurisdições têm leis contra a alimentação forçada e a produção, importação ou venda de foie gras, mesmo onde for legal, vários varejistas se recusam a estocá-lo.


Foie gras

foie gras ( Inglês: / ˌ f w ɑː ˈ ɡ r ɑː / (ouvir), Francês: [fwa ɡʁɑ] "fígado gordo" em francês) é um produto alimentar especial feito de fígado de pato ou ganso. De acordo com a lei francesa, [1] foie gras é definido como o fígado de um pato ou ganso engordado por gavagem. Na Espanha [2] e em outros países, ocasionalmente é produzido com alimentação natural. [3] Os patos são alimentados à força duas vezes por dia durante 12,5 dias e os gansos três vezes por dia durante cerca de 17 dias. Os patos são normalmente abatidos aos 100 dias e os gansos aos 112 dias. [4]

O foie gras é uma iguaria popular e conhecida na cozinha francesa. Seu sabor é descrito como rico, amanteigado e delicado, ao contrário de um pato comum ou fígado de ganso. O foie gras é vendido inteiro ou preparado em mousse, parfait ou patê, e também pode ser servido como acompanhamento de outro alimento, como o bife. A lei francesa afirma que "o foie gras pertence ao patrimônio cultural e gastronômico da França". [5]

A técnica de gavagem data de 2500 aC, quando os antigos egípcios começaram a criar pássaros para alimentação e deliberadamente engordaram os pássaros por meio da alimentação forçada. [6] Hoje, a França é de longe o maior produtor e consumidor de foie gras, embora existam produtores e mercados em todo o mundo, especialmente em outras nações europeias, nos Estados Unidos e na China. [7]

A produção de foie gras com base em gavage é controversa, principalmente devido às preocupações com o bem-estar animal sobre alimentação forçada, alojamento e manejo intensivos e aumento do fígado para 10 vezes seu volume normal. Vários países e jurisdições têm leis contra a alimentação forçada e a produção, importação ou venda de foie gras, mesmo onde for legal, vários varejistas se recusam a estocá-lo.


Foie gras

foie gras ( Inglês: / ˌ f w ɑː ˈ ɡ r ɑː / (ouvir), Francês: [fwa ɡʁɑ] "fígado gordo" em francês) é um produto alimentar especial feito de fígado de pato ou ganso. De acordo com a lei francesa, [1] o foie gras é definido como o fígado de um pato ou ganso engordado por gavagem. Na Espanha [2] e em outros países, é ocasionalmente produzido com alimentação natural. [3] Os patos são alimentados à força duas vezes por dia durante 12,5 dias e os gansos três vezes por dia durante cerca de 17 dias. Os patos são normalmente abatidos aos 100 dias e os gansos aos 112 dias. [4]

O foie gras é uma iguaria popular e conhecida na cozinha francesa. Seu sabor é descrito como rico, amanteigado e delicado, ao contrário de um pato comum ou fígado de ganso. O foie gras é vendido inteiro ou preparado em mousse, parfait ou patê, e também pode ser servido como acompanhamento de outro alimento, como o bife. A lei francesa afirma que "o foie gras pertence ao patrimônio cultural e gastronômico da França". [5]

A técnica de gavagem data de 2500 aC, quando os antigos egípcios começaram a criar pássaros para alimentação e deliberadamente engordaram os pássaros por meio da alimentação forçada. [6] Hoje, a França é de longe o maior produtor e consumidor de foie gras, embora existam produtores e mercados em todo o mundo, especialmente em outras nações europeias, nos Estados Unidos e na China. [7]

A produção de foie gras com base em gavage é controversa, principalmente devido às preocupações com o bem-estar animal sobre alimentação forçada, alojamento e manejo intensivos e aumento do fígado para 10 vezes seu volume normal. Vários países e jurisdições têm leis contra a alimentação forçada e a produção, importação ou venda de foie gras, mesmo onde for legal, vários varejistas se recusam a estocá-lo.


Foie gras

foie gras ( Inglês: / ˌ f w ɑː ˈ ɡ r ɑː / (ouvir), Francês: [fwa ɡʁɑ] "fígado gordo" em francês) é um produto alimentar especial feito de fígado de pato ou ganso. De acordo com a lei francesa, [1] o foie gras é definido como o fígado de um pato ou ganso engordado por gavagem. Na Espanha [2] e em outros países, ocasionalmente é produzido com alimentação natural. [3] Os patos são alimentados à força duas vezes por dia durante 12,5 dias e os gansos três vezes por dia durante cerca de 17 dias. Os patos são normalmente abatidos aos 100 dias e os gansos aos 112 dias. [4]

O foie gras é uma iguaria popular e conhecida na cozinha francesa. Seu sabor é descrito como rico, amanteigado e delicado, ao contrário de um pato comum ou fígado de ganso. O foie gras é vendido inteiro ou preparado em mousse, parfait ou patê, e também pode ser servido como acompanhamento de outro alimento, como o bife. A lei francesa afirma que "o foie gras pertence ao patrimônio cultural e gastronômico da França". [5]

A técnica da gavagem data de 2500 aC, quando os antigos egípcios começaram a criar pássaros para alimentação e deliberadamente engordaram os pássaros por meio da alimentação forçada. [6] Hoje, a França é de longe o maior produtor e consumidor de foie gras, embora existam produtores e mercados em todo o mundo, especialmente em outras nações europeias, nos Estados Unidos e na China. [7]

A produção de foie gras com base em gavage é controversa, principalmente devido às preocupações com o bem-estar animal sobre alimentação forçada, alojamento e manejo intensivos e aumento do fígado para 10 vezes seu volume normal. Vários países e jurisdições têm leis contra a alimentação forçada e a produção, importação ou venda de foie gras, mesmo onde for legal, vários varejistas se recusam a estocá-lo.


Foie gras

foie gras ( Inglês: / ˌ f w ɑː ˈ ɡ r ɑː / (ouvir), Francês: [fwa ɡʁɑ] "fígado gordo" em francês) é um produto alimentar especial feito de fígado de pato ou ganso. De acordo com a lei francesa, [1] o foie gras é definido como o fígado de um pato ou ganso engordado por gavagem. Na Espanha [2] e em outros países, ocasionalmente é produzido com alimentação natural. [3] Os patos são alimentados à força duas vezes por dia durante 12,5 dias e os gansos três vezes por dia durante cerca de 17 dias. Os patos são normalmente abatidos aos 100 dias e os gansos aos 112 dias. [4]

O foie gras é uma iguaria popular e conhecida na cozinha francesa. Seu sabor é descrito como rico, amanteigado e delicado, ao contrário de um pato comum ou fígado de ganso. O foie gras é vendido inteiro ou preparado em mousse, parfait ou patê, e também pode ser servido como acompanhamento de outro alimento, como o bife. A lei francesa afirma que "o foie gras pertence ao patrimônio cultural e gastronômico da França". [5]

A técnica da gavagem data de 2500 aC, quando os antigos egípcios começaram a criar pássaros para alimentação e deliberadamente engordaram os pássaros por meio da alimentação forçada. [6] Hoje, a França é de longe o maior produtor e consumidor de foie gras, embora existam produtores e mercados em todo o mundo, especialmente em outras nações europeias, nos Estados Unidos e na China. [7]

A produção de foie gras com base em gavage é controversa, principalmente devido às preocupações com o bem-estar animal sobre alimentação forçada, alojamento e manejo intensivos e aumento do fígado para 10 vezes seu volume normal. Vários países e jurisdições têm leis contra a alimentação forçada e a produção, importação ou venda de foie gras, mesmo onde for legal, vários varejistas se recusam a estocá-lo.


Assista o vídeo: Carpaccio de.. foie gras? (Agosto 2022).