De outros

O Cult Favourite Deli de LA continua sua expansão

O Cult Favourite Deli de LA continua sua expansão


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Wexler’s Deli agora inaugurada em Century City

A Wexler's Deli, favorita e familiar de LA, abriu seu terceiro local em Westfield Century City esta semana. Wexler’s Deli é conhecido por servir comida soul judaica tradicional com uma mentalidade orientada pelo chef.

O local original foi inaugurado no Grand Central Market da DTLA em 2014. Desde a inauguração, os proprietários transformaram o Wexler em um favorito cult de LA, e os proprietários receberam muitos elogios por seus negócios. Os proprietários chefes Micah Wexler e Michael Kassar receberam o prêmio 2017 StarChefs Los Angeles Rising Star Concept. Wexler foi nomeado um dos 20 melhores chefs de LA por Los Angeles Magazine e também semifinalista para o James Beard Prêmio Rising Star Chef.

Em 2016, a Wexler’s Deli se expandiu para um local maior em Santa Monica e agora, eles se juntaram ao Westfield Century City, entre favoritos como Bibigo, Ajisen Ramen e Randy’s Donuts.

Este mais novo local foi projetado com um ritmo rápido e casual em mente. Os clientes podem levar seus pedidos para ir ou jantar no balcão. O bloco de açougueiro da velha escola de Wexler e a paleta de azulejos do metrô complementam a decoração.

Sanduíches de café da manhã Wexler, bagels com peixe defumado e sanduíches são servidos com opções clássicas de acompanhamento, como salada de repolho e salada de batata. Há um item exclusivo neste local: o sanduíche de bife picado, Wexler’s Brisket Patty, cebola, raclette e molho russo no pão chalá grelhado.

O mais novo Wexler’s Deli está aberto sete dias por semana, das 8h00 às 21h00 Se você não puder ir para Los Angeles, encontre uma lanchonete mais perto de casa.


Comentário: Lembre-se de Naugles Tacos? Nunca ouviu falar disso? A cultuada rede mexicana de fast-food está se expandindo

Taco Maria e Hana Re, do Costa Mesa, ganharam uma estrela cada na lista mais recente do Guia Michelin na Califórnia, cinco restaurantes receberam uma homenagem Bib Gourmand. Ainda mais recebeu elogios gerais dos críticos da Michelin, que não acertaram tudo. (Summit House em Fullerton, des imbéciles? É aí que os alunos do ensino médio vão para a noite do baile!)

Comensais de Los Angeles e outros lugares assombram o condado como nunca antes, para comer no Santa Ana's loncheras e em Little Saigon, para explorar as maravilhas persas de Irvine e a Little Arabia de Anaheim, para comer comida francesa na costa de Newport. Uma década de chefs locais em programas de televisão, de Amar Santana a Jason Quinn e Dee Nguyen, transmitiu O.C. comida para o mundo.

No entanto, o restaurante local que mais me intrigou nos últimos anos é um Lazarus fast-food, um lugar que apenas os membros da Geração X podem amar de verdade: Naugles Tacos.

Era rival da Taco Bell e da Del Taco nas guerras do fast food Cal-Mex da década de 1970, até que a Del Taco adquiriu a empresa em 1995 e a fechou sem cerimônia. O apagamento foi tão completo que quando o escritor local de alimentos Christian Ziebarth fez uma petição ao Escritório de Patentes e Marcas dos Estados Unidos em 2012 para assumir o controle da marca registrada de Naugles, argumentando que Del Taco não havia feito nada com ela por décadas e, portanto, estava legalmente autorizado a reviver o cadeia, os federais ficaram do lado dele (Del Taco ainda está lutando contra a decisão).

Ziebarth sabia o que Del Taco não sabia: a nostalgia culinária é uma força poderosa e lucrativa. E Naugles é ouro Cal-Mex.

As primeiras semanas da locação do Naugles 'Fountain Valley em 2015 foram tão agitadas que os fãs desmaiaram na fila por causa da longa espera e da emoção. Recentemente, em maio, um pop-up na Euryale Brewing Company em Riverside atraiu mais de 700 pessoas - muito mais do que as 200 que reservaram online.

“Uma coisa comum que ouvimos”, escreveu a Naugles em sua página do Facebook após o evento, “de pessoas quando elas estavam pegando sua comida foi: 'Já faz tanto tempo que não comemos Naugles, então temos que estocar!'”

A esperança de Ziebarth é que os fãs não tenham que comer compulsivamente por muito mais tempo: ele quer abrir mais de 100 Naugles em todo o país. Um segundo local permanente está programado para Stanton neste verão (um pop-up de verão perto do Píer de Huntington Beach está aberto).

Acho que a saga de Ziebarth merece seu próprio filme à la Richard Montañez, o zelador da Frito-Lay que se tornou o inventor do Flamin ’Hot Cheetos. Mas para uma geração de sul da Califórnia criada na tetina das taquerias e da culinária regional mexicana, o apelo do Naugles é quase indecifrável.

Ziebarth trabalhou com ex-funcionários e associados do fundador Dick Naugles para tentar replicar suas receitas. O que significa que o Naugles serve comida mexicana americanizada da década de 1970 - entradas de uma nota levemente temperadas isoladas com queijo e servidas em porções gigantescas. Os tacos padrão vêm em cascas duras e não se diferenciam da carne moída ou de frango; os "moles" são o que agora chamamos de "tacos": uma tortilha recheada com alguma coisa. Chamá-los de “tacos suaves” hoje em dia é como colocar “sushi” em itálico em uma crítica de comida.

Destaques culinários? O burrito de queijo é apenas uma enorme tortilha de farinha enrolada com cheddar derretido dentro e afunda em seu estômago como um prumo de chumbo atingindo o fundo do oceano. O pão taco é apenas um taco de casca dura disfarçado de hambúrguer. Um burrito de salada de frango - recentemente introduzido depois que Ziebarth descobriu que era um favorito fora do menu em uma filial da Fullerton na década de 1980 - é frio por dentro, quente por fora e tem gosto de uma versão refinada dos Ralphs embrulhados que alguém inevitavelmente traz para uma festa noturna de volta às aulas.

O objetivo da Naugles é nada além de funcionar como uma fábrica de nostalgia, até os intermináveis ​​vídeos de surf e skate que vão ao ar em TVs de tela plana e o esquema de cores laranja-amarelo-marrom original que lembra os uniformes dos San Diego Padres quando Dave Winfield e Ozzie Smith estava em campo.

A crítica fácil é rotular o Naugles como um retcon culinário que merece permanecer no cemitério de ideias ruins de restaurantes, como pratos de Sambo e pupu.

Mas também é a crítica errada.

Não sabia o que esperar quando Ziebarth anunciou seus planos, porque não conhecia a comida do Naugles. Eu conhecia o nome principalmente porque fazia todos os meus amigos mexicanos rir: “Naugles” soa como um homófono de “nalgas,”Espanhol mexicano para“ jumentos ”.

Mas um dia, Ziebarth trouxe um pouco de molho de taco no meu antigo escritório: espesso, doce e nada como uma salsa porque não estava tentando sê-lo.

Foi então que me dei conta: Ziebarth não estava tentando fazer nada do Columbus que quisesse para reviver uma parte da história do sul da Califórnia. E então eu deveria desfrutar da comida pelo que ela era: satisfatória e importante.

Eu comi no Naugles pelo menos 50 vezes desde então.

Os alimentos Cal-Mex estão em perigo de morte. Os cafés El Cholos, Casa Vegas e Mitla de SoCal não são famosos na Internet e só atraem pessoas que cresceram com a comida e os jovens que arrastam para aniversários ou festas de aposentadoria. Naugles é um projeto de recuperação importante, porque mostra o quão longe a comida mexicana evoluiu neste país, mas o passado que ela representa também não foi ruim, não importa o que Diana Kennedy ou Rick Bayless gostariam que você acreditasse.

Naugles se aproxima furtivamente de você. Na minha última visita, pedi um “copo combinado”: ​​um copo médio de espuma de carne moída, feijão frito e queijo com um lado de tortilla chips.

Uma fina camada de graxa cobriu o conteúdo quando abri a tampa em meu trajeto para o escritório do L.A. Times. A carne estava salgada, o feijão, muito pastosa. Dei três mordidas, usando os chips fortes como colher, e coloquei de lado o resto para jogar fora, imaginando que a refeição era pouco melhor do que calorias vazias.

Vinte minutos depois, a xícara estava vazia.

Uma rede de fast-food Cal-Mex ressuscitou dos mortos, com planos de expansão.

Localização: 18471 Mt. Langley, Fountain Valley (657) 845-7346 nauglestacos.com

Preços: Burritos, $ 3- $ 6 tacos $ 2,50- $ 4 xícaras, $ 4- $ 5,50 hambúrgueres, $ 4- $ 7

Detalhes: Aceita cartões de crédito. Sem álcool. Estacionamento do lote. A sala de jantar e o banheiro são acessíveis para cadeiras de rodas.


Comentário: Lembre-se de Naugles Tacos? Nunca ouviu falar disso? A cultuada rede mexicana de fast-food está se expandindo

Taco Maria e Hana Re, do Costa Mesa, ganharam uma estrela cada na lista mais recente do Guia Michelin na Califórnia, cinco restaurantes receberam uma homenagem Bib Gourmand. Ainda mais recebeu elogios gerais dos críticos da Michelin, que não acertaram tudo. (Summit House em Fullerton, des imbéciles? É aí que os alunos do ensino médio vão para a noite do baile!)

Comensais de Los Angeles e outros lugares assombram o condado como nunca antes, para comer no Santa Ana's loncheras e em Little Saigon, para explorar as maravilhas persas de Irvine e a Little Arabia de Anaheim, para comer comida francesa na costa de Newport. Uma década de chefs locais em programas de televisão, de Amar Santana a Jason Quinn e Dee Nguyen, transmitiu O.C. comida para o mundo.

No entanto, o restaurante local que mais me intrigou nos últimos anos é um Lazarus fast-food, um lugar que apenas os membros da Geração X podem amar de verdade: Naugles Tacos.

Era rival da Taco Bell e da Del Taco nas guerras do fast food Cal-Mex da década de 1970, até que a Del Taco adquiriu a empresa em 1995 e a fechou sem cerimônia. O apagamento foi tão completo que quando o escritor local de alimentos Christian Ziebarth fez uma petição ao Escritório de Marcas e Patentes dos Estados Unidos em 2012 para assumir o controle da marca registrada de Naugles, argumentando que Del Taco não havia feito nada com ela por décadas e, portanto, estava legalmente autorizado a reviver o cadeia, os federais ficaram do lado dele (Del Taco ainda está lutando contra a decisão).

Ziebarth sabia o que Del Taco não sabia: a nostalgia culinária é uma força poderosa e lucrativa. E Naugles é ouro Cal-Mex.

As primeiras semanas da locação do Naugles 'Fountain Valley em 2015 foram tão agitadas que os fãs desmaiaram na fila por causa da longa espera e da emoção. Recentemente, em maio, um pop-up na Euryale Brewing Company em Riverside atraiu mais de 700 pessoas - muito mais do que as 200 que reservaram online.

“Uma coisa comum que ouvimos”, escreveu a Naugles em sua página do Facebook após o evento, “de pessoas quando elas estavam pegando sua comida foi: 'Já faz tanto tempo que não comemos Naugles, então temos que estocar!'”

A esperança de Ziebarth é que os fãs não tenham que comer compulsivamente por muito mais tempo: ele quer abrir mais de 100 Naugles em todo o país. Um segundo local permanente está programado para Stanton neste verão (um pop-up de verão perto do Píer de Huntington Beach está aberto).

Acho que a saga de Ziebarth merece seu próprio filme à la Richard Montañez, o zelador da Frito-Lay que se tornou o inventor do Flamin ’Hot Cheetos. Mas para uma geração de sul da Califórnia criada na tetina das taquerias e da culinária regional mexicana, o apelo do Naugles é quase indecifrável.

Ziebarth trabalhou com ex-funcionários e associados do fundador Dick Naugles para tentar replicar suas receitas. O que significa que o Naugles serve comida mexicana americanizada da década de 1970 - entradas de uma nota levemente temperadas isoladas com queijo e servidas em porções gigantescas. Os tacos padrão vêm em cascas duras e não se diferenciam da carne moída ou de frango; os "moles" são o que agora chamamos de "tacos": uma tortilha recheada com alguma coisa. Chamá-los de “tacos suaves” hoje em dia é como colocar “sushi” em itálico em uma crítica de comida.

Destaques culinários? O burrito de queijo é apenas uma enorme tortilha de farinha enrolada com cheddar derretido dentro e afunda em seu estômago como um prumo de chumbo atingindo o fundo do oceano. O pão taco é apenas um taco de casca dura disfarçado de hambúrguer. Um burrito de salada de frango - recentemente introduzido depois que Ziebarth descobriu que era um favorito fora do menu em uma filial da Fullerton na década de 1980 - é frio por dentro, quente por fora e tem gosto de uma versão refinada de Ralphs que alguém inevitavelmente traz. para uma festa noturna de volta às aulas.

O objetivo da Naugles é nada além de funcionar como uma fábrica de nostalgia, até os intermináveis ​​vídeos de surf e skate que vão ao ar em TVs de tela plana e o esquema de cores laranja-amarelo-marrom original que lembra os uniformes dos San Diego Padres quando Dave Winfield e Ozzie Smith estava em campo.

A crítica fácil é rotular o Naugles como um retcon culinário que merece permanecer no cemitério de ideias ruins de restaurantes, como pratos de Sambo e pupu.

Mas também é a crítica errada.

Não sabia o que esperar quando Ziebarth anunciou seus planos, porque não conhecia a comida do Naugles. Eu conhecia o nome principalmente porque fazia todos os meus amigos mexicanos rir: “Naugles” soa como um homófono de “nalgas,”Espanhol mexicano para“ jumentos ”.

Mas um dia, Ziebarth trouxe um pouco de molho de taco no meu antigo escritório: espesso, doce e nada como uma salsa porque não estava tentando sê-lo.

Foi então que me dei conta: Ziebarth não estava tentando fazer nada do Columbus que quisesse para reviver uma parte da história do sul da Califórnia. E então eu deveria desfrutar da comida pelo que ela era: satisfatória e importante.

Eu comi no Naugles pelo menos 50 vezes desde então.

Os alimentos Cal-Mex estão em perigo de morte. Os cafés El Cholos, Casa Vegas e Mitla de SoCal não são famosos na Internet e só atraem pessoas que cresceram com a comida e os jovens que arrastam para aniversários ou festas de aposentadoria. Naugles é um projeto de recuperação importante, porque mostra o quão longe a comida mexicana evoluiu neste país, mas o passado que ela representa também não foi ruim, não importa o que Diana Kennedy ou Rick Bayless gostariam que você acreditasse.

Naugles se aproxima furtivamente de você. Na minha última visita, pedi um “copo combinado”: ​​um copo médio de espuma de carne moída, feijão frito e queijo com um lado de chips de tortilha.

Uma fina camada de graxa cobriu o conteúdo quando abri a tampa em meu trajeto para o escritório do L.A. Times. A carne estava salgada, o feijão, muito pastosa. Dei três mordidas, usando os chips resistentes como colher, e coloquei de lado o resto para jogar fora, imaginando que a refeição era pouco melhor do que calorias vazias.

Vinte minutos depois, a xícara estava vazia.

Uma rede de fast-food Cal-Mex ressuscitou dos mortos, com planos de expansão.

Localização: 18471 Mt. Langley, Fountain Valley (657) 845-7346 nauglestacos.com

Preços: Burritos, $ 3- $ 6 tacos $ 2,50- $ 4 xícaras, $ 4- $ 5,50 hambúrgueres, $ 4- $ 7

Detalhes: Aceita cartões de crédito. Sem álcool. Estacionamento. A sala de jantar e o banheiro são acessíveis para cadeiras de rodas.


Comentário: Lembre-se de Naugles Tacos? Nunca ouviu falar disso? A cultuada rede mexicana de fast-food está se expandindo

Taco Maria e Hana Re, do Costa Mesa, ganharam uma estrela cada na lista mais recente do Guia Michelin na Califórnia, cinco restaurantes receberam uma homenagem Bib Gourmand. Ainda mais recebeu elogios gerais dos críticos da Michelin, que não acertaram tudo. (Summit House em Fullerton, des imbéciles? É aí que os alunos do ensino médio vão para a noite do baile!)

Comensais de Los Angeles e outros lugares assombram o condado como nunca antes, para comer no Santa Ana's loncheras e em Little Saigon, para explorar as maravilhas persas de Irvine e a Little Arabia de Anaheim, para comer comida francesa na costa de Newport. Uma década de chefs locais em programas de televisão, de Amar Santana a Jason Quinn e Dee Nguyen, transmitiu O.C. comida para o mundo.

No entanto, o restaurante local que mais me intrigou nos últimos anos é um Lazarus fast-food, um lugar que apenas os membros da Geração X podem amar de verdade: Naugles Tacos.

Era rival da Taco Bell e da Del Taco nas guerras do fast food Cal-Mex da década de 1970, até que a Del Taco adquiriu a empresa em 1995 e a fechou sem cerimônia. O apagamento foi tão completo que quando o escritor local de alimentos Christian Ziebarth fez uma petição ao Escritório de Patentes e Marcas dos Estados Unidos em 2012 para assumir o controle da marca registrada de Naugles, argumentando que Del Taco não havia feito nada com ela por décadas e, portanto, estava legalmente autorizado a reviver o cadeia, os federais ficaram do lado dele (Del Taco ainda está lutando contra a decisão).

Ziebarth sabia o que Del Taco não sabia: a nostalgia culinária é uma força poderosa e lucrativa. E Naugles é ouro Cal-Mex.

As primeiras semanas da locação do Naugles 'Fountain Valley em 2015 foram tão agitadas que os fãs desmaiaram na fila por causa da longa espera e da emoção. Ainda em maio, um pop-up na Euryale Brewing Company em Riverside atraiu mais de 700 pessoas - muito mais do que as 200 que reservaram online.

“Uma coisa comum que ouvimos”, escreveu a Naugles em sua página do Facebook após o evento, “de pessoas quando elas estavam pegando sua comida foi: 'Já faz tanto tempo que não comemos Naugles, então temos que estocar!'”

A esperança de Ziebarth é que os fãs não tenham que comer compulsivamente por muito mais tempo: ele quer abrir mais de 100 Naugles em todo o país. Um segundo local permanente está programado para Stanton neste verão (um pop-up de verão perto do Píer de Huntington Beach está aberto).

Acho que a saga de Ziebarth merece seu próprio filme à la Richard Montañez, o zelador da Frito-Lay que se tornou o inventor do Flamin ’Hot Cheetos. Mas para uma geração de californianos do sul que cresceu na tetina das taquerias e da culinária mexicana regional, o apelo do Naugles é quase indecifrável.

Ziebarth trabalhou com ex-funcionários e associados do fundador Dick Naugles para tentar replicar suas receitas. O que significa que o Naugles serve comida mexicana americanizada da década de 1970 - entradas de uma nota levemente temperadas isoladas com queijo e servidas em porções gigantescas. Os tacos padrão vêm em cascas duras e não se diferenciam da carne moída ou de frango; os "moles" são o que agora chamamos de "tacos": uma tortilha recheada com alguma coisa. Chamá-los de “tacos suaves” hoje em dia é como colocar “sushi” em itálico em uma crítica de comida.

Destaques culinários? O burrito de queijo é apenas uma enorme tortilha de farinha enrolada com cheddar derretido dentro e afunda em seu estômago como um prumo de chumbo atingindo o fundo do oceano. O pão taco é apenas um taco de casca dura disfarçado de hambúrguer. Um burrito de salada de frango - recentemente introduzido depois que Ziebarth descobriu que era um favorito fora do menu em uma filial da Fullerton na década de 1980 - é frio por dentro, quente por fora e tem gosto de uma versão refinada de Ralphs que alguém inevitavelmente traz. para uma festa noturna de volta às aulas.

O objetivo da Naugles é nada além de funcionar como uma fábrica de nostalgia, até os intermináveis ​​vídeos de surf e skate que vão ao ar em TVs de tela plana e o esquema de cores laranja-amarelo-marrom original que lembra os uniformes dos San Diego Padres quando Dave Winfield e Ozzie Smith estava em campo.

A crítica fácil é rotular o Naugles como um retcon culinário que merece permanecer no cemitério de ideias ruins de restaurantes, como pratos de Sambo e pupu.

Mas também é a crítica errada.

Não sabia o que esperar quando Ziebarth anunciou seus planos, porque não conhecia a comida do Naugles. Eu conhecia o nome principalmente porque fazia todos os meus amigos mexicanos rir: “Naugles” soa como um homófono de “nalgas,”Espanhol mexicano para“ jumentos ”.

Mas um dia, Ziebarth trouxe um pouco de molho de taco no meu antigo escritório: espesso, doce e nada como uma salsa porque não estava tentando sê-lo.

Foi então que me dei conta: Ziebarth não estava tentando fazer nada do Columbus que quisesse para reviver uma parte da história do sul da Califórnia. E então eu deveria desfrutar da comida pelo que ela era: satisfatória e importante.

Eu comi no Naugles pelo menos 50 vezes desde então.

Os alimentos Cal-Mex estão em perigo de morte. Os cafés El Cholos, Casa Vegas e Mitla de SoCal não são famosos na Internet e só atraem pessoas que cresceram com a comida e os jovens que arrastam para aniversários ou festas de aposentadoria. Naugles é um projeto de recuperação importante, porque mostra o quão longe a comida mexicana evoluiu neste país, mas o passado que ela representa não foi ruim também, não importa o que Diana Kennedy ou Rick Bayless quisessem que você acreditasse.

Naugles se aproxima furtivamente de você. Na minha última visita, pedi um “copo combinado”: ​​um copo médio de espuma de carne moída, feijão frito e queijo com um lado de chips de tortilha.

Uma fina camada de graxa cobriu o conteúdo quando abri a tampa em meu trajeto para o escritório do L.A. Times. A carne estava salgada, o feijão, muito pastosa. Dei três mordidas, usando os chips fortes como colher, e coloquei de lado o resto para jogar fora, imaginando que a refeição era pouco melhor do que calorias vazias.

Vinte minutos depois, a xícara estava vazia.

Uma rede de fast-food Cal-Mex ressuscitou dos mortos, com planos de expansão.

Localização: 18471 Mt. Langley, Fountain Valley (657) 845-7346 nauglestacos.com

Preços: Burritos, $ 3- $ 6 tacos $ 2,50- $ 4 xícaras, $ 4- $ 5,50 hambúrgueres, $ 4- $ 7

Detalhes: Aceita cartões de crédito. Sem álcool. Estacionamento do lote. A sala de jantar e o banheiro são acessíveis para cadeiras de rodas.


Comentário: Lembre-se de Naugles Tacos? Nunca ouviu falar disso? A cultuada rede mexicana de fast-food está se expandindo

Taco Maria e Hana Re, do Costa Mesa, ganharam uma estrela cada na lista mais recente do Guia Michelin na Califórnia, cinco restaurantes receberam uma homenagem Bib Gourmand. Ainda mais recebeu elogios gerais dos críticos da Michelin, que não acertaram tudo. (Summit House em Fullerton, des imbéciles? É aí que os alunos do ensino médio vão à noite do baile!)

Comensais de Los Angeles e outros lugares assombram o condado como nunca antes, para comer no Santa Ana's loncheras e em Little Saigon, para explorar as maravilhas persas de Irvine e a Little Arabia de Anaheim, para comer comida francesa na costa de Newport. Uma década de chefs locais em programas de televisão, de Amar Santana a Jason Quinn e Dee Nguyen, transmitiu O.C. comida para o mundo.

No entanto, o restaurante local que mais me intrigou nos últimos anos é um Lazarus fast-food, um lugar que apenas os membros da Geração X podem amar de verdade: Naugles Tacos.

Era rival da Taco Bell e da Del Taco nas guerras do fast food Cal-Mex da década de 1970, até que a Del Taco adquiriu a empresa em 1995 e a fechou sem cerimônia. O apagamento foi tão completo que quando o escritor local de alimentos Christian Ziebarth fez uma petição ao Escritório de Marcas e Patentes dos Estados Unidos em 2012 para assumir o controle da marca registrada de Naugles, argumentando que Del Taco não havia feito nada com ela por décadas e, portanto, estava legalmente autorizado a reviver o cadeia, os federais ficaram do lado dele (Del Taco ainda está lutando contra a decisão).

Ziebarth sabia o que Del Taco não sabia: a nostalgia culinária é uma força poderosa e lucrativa. E Naugles é ouro Cal-Mex.

As primeiras semanas da locação do Naugles 'Fountain Valley em 2015 foram tão agitadas que os fãs desmaiaram na fila por causa da longa espera e da emoção. Recentemente, em maio, um pop-up na Euryale Brewing Company em Riverside atraiu mais de 700 pessoas - muito mais do que as 200 que reservaram online.

“Uma coisa comum que ouvimos”, escreveu a Naugles em sua página do Facebook após o evento, “de pessoas quando elas estavam pegando sua comida foi: 'Já faz tanto tempo que não comemos Naugles, então temos que estocar!'”

A esperança de Ziebarth é que os fãs não tenham que comer compulsivamente por muito mais tempo: ele quer abrir mais de 100 Naugles em todo o país. Um segundo local permanente está programado para Stanton neste verão (um pop-up de verão perto do Píer de Huntington Beach está aberto).

Acho que a saga de Ziebarth merece seu próprio filme à la Richard Montañez, o zelador da Frito-Lay que se tornou o inventor do Flamin ’Hot Cheetos. Mas para uma geração de sul da Califórnia criada na tetina das taquerias e da culinária regional mexicana, o apelo do Naugles é quase indecifrável.

Ziebarth trabalhou com ex-funcionários e associados do fundador Dick Naugles para tentar replicar suas receitas. O que significa que o Naugles serve comida mexicana americanizada da década de 1970 - entradas de uma nota levemente temperadas isoladas com queijo e servidas em porções gigantescas. Os tacos padrão vêm em cascas duras e não se diferenciam da carne moída ou de frango; os "moles" são o que agora chamamos de "tacos": uma tortilha recheada com alguma coisa. Chamá-los de “tacos suaves” hoje em dia é como colocar “sushi” em itálico em uma crítica de comida.

Destaques culinários? O burrito de queijo é apenas uma enorme tortilha de farinha enrolada com cheddar derretido dentro e afunda em seu estômago como um prumo de chumbo atingindo o fundo do oceano. O pão taco é apenas um taco de casca dura disfarçado de hambúrguer. Um burrito de salada de frango - recentemente introduzido depois que Ziebarth descobriu que era um favorito fora do menu em uma filial da Fullerton na década de 1980 - é frio por dentro, quente por fora e tem gosto de uma versão refinada de Ralphs que alguém inevitavelmente traz. para uma festa noturna de volta às aulas.

O objetivo da Naugles é nada além de funcionar como uma fábrica de nostalgia, até os intermináveis ​​vídeos de surf e skate que vão ao ar em TVs de tela plana e o esquema de cores laranja-amarelo-marrom original que lembra os uniformes dos San Diego Padres quando Dave Winfield e Ozzie Smith estava em campo.

A crítica fácil é rotular o Naugles como um retcon culinário que merece permanecer no cemitério de ideias ruins de restaurantes, como pratos de Sambo e pupu.

Mas também é a crítica errada.

Não sabia o que esperar quando Ziebarth anunciou seus planos, porque não conhecia a comida do Naugles. Eu conhecia o nome principalmente porque fazia todos os meus amigos mexicanos rirem: “Naugles” soa como um homófono de “nalgas,”Espanhol mexicano para“ jumentos ”.

Mas um dia, Ziebarth trouxe um pouco de molho de taco no meu antigo escritório: espesso, doce e nada como uma salsa porque não estava tentando sê-lo.

Foi então que me dei conta: Ziebarth não estava tentando fazer nada do Columbus que quisesse para reviver uma parte da história do sul da Califórnia. E então eu deveria desfrutar da comida pelo que ela era: satisfatória e importante.

Eu comi no Naugles pelo menos 50 vezes desde então.

Os alimentos Cal-Mex estão em perigo de morte. Os cafés El Cholos, Casa Vegas e Mitla de SoCal não são famosos na Internet e só atraem pessoas que cresceram com a comida e os jovens que arrastam para aniversários ou festas de aposentadoria. Naugles é um projeto de recuperação importante, porque mostra o quão longe a comida mexicana evoluiu neste país, mas o passado que ela representa também não foi ruim, não importa o que Diana Kennedy ou Rick Bayless gostariam que você acreditasse.

Naugles se aproxima furtivamente de você. Na minha última visita, pedi um “copo combinado”: ​​um copo médio de espuma de carne moída, feijão frito e queijo com um lado de chips de tortilha.

Uma fina camada de graxa cobriu o conteúdo quando abri a tampa em meu trajeto para o escritório do L.A. Times. A carne estava salgada, o feijão, muito pastosa. Dei três mordidas, usando os chips resistentes como colher, e coloquei de lado o resto para jogar fora, imaginando que a refeição era pouco melhor do que calorias vazias.

Vinte minutos depois, a xícara estava vazia.

Uma rede de fast-food Cal-Mex ressuscitou dos mortos, com planos de expansão.

Localização: 18471 Mt. Langley, Fountain Valley (657) 845-7346 nauglestacos.com

Preços: Burritos, $ 3- $ 6 tacos $ 2,50- $ 4 xícaras, $ 4- $ 5,50 hambúrgueres, $ 4- $ 7

Detalhes: Aceita cartões de crédito. Sem álcool. Estacionamento. A sala de jantar e o banheiro são acessíveis para cadeiras de rodas.


Comentário: Lembre-se de Naugles Tacos? Nunca ouviu falar disso? A cultuada rede mexicana de fast-food está se expandindo

Taco Maria e Hana Re, do Costa Mesa, ganharam uma estrela cada na lista mais recente do Guia Michelin na Califórnia, cinco restaurantes receberam uma homenagem Bib Gourmand. Ainda mais recebeu elogios gerais dos críticos da Michelin, que não acertaram tudo. (Summit House em Fullerton, des imbéciles? É aí que os alunos do ensino médio vão à noite do baile!)

Comensais de Los Angeles e outros lugares assombram o condado como nunca antes, para comer no Santa Ana's loncheras e em Little Saigon, para explorar as maravilhas persas de Irvine e a Little Arabia de Anaheim, para comer comida francesa na costa de Newport. Uma década de chefs locais em programas de televisão, de Amar Santana a Jason Quinn e Dee Nguyen, transmitiu O.C. comida para o mundo.

No entanto, o restaurante local que mais me intrigou nos últimos anos é um Lazarus fast-food, um lugar que apenas os membros da Geração X podem amar de verdade: Naugles Tacos.

Era rival da Taco Bell e da Del Taco nas guerras do fast food Cal-Mex dos anos 1970, até que a Del Taco adquiriu a empresa em 1995 e a fechou sem cerimônia. O apagamento foi tão completo que quando o escritor local de alimentos Christian Ziebarth fez uma petição ao Escritório de Patentes e Marcas dos Estados Unidos em 2012 para assumir o controle da marca registrada de Naugles, argumentando que Del Taco não havia feito nada com ela por décadas e, portanto, estava legalmente autorizado a reviver o cadeia, os federais ficaram do lado dele (Del Taco ainda está lutando contra a decisão).

Ziebarth sabia o que Del Taco não sabia: a nostalgia culinária é uma força poderosa e lucrativa. E Naugles é ouro Cal-Mex.

As primeiras semanas da locação do Naugles 'Fountain Valley em 2015 foram tão agitadas que os fãs desmaiaram na fila por causa da longa espera e da emoção. Ainda em maio, um pop-up na Euryale Brewing Company em Riverside atraiu mais de 700 pessoas - muito mais do que as 200 que reservaram online.

“Uma coisa comum que ouvimos”, escreveu a Naugles em sua página do Facebook após o evento, “de pessoas quando elas estavam pegando sua comida foi: 'Já faz tanto tempo que não comemos Naugles, então temos que estocar!'”

A esperança de Ziebarth é que os fãs não tenham que comer compulsivamente por muito mais tempo: ele quer abrir mais de 100 Naugles em todo o país. Um segundo local permanente está programado para Stanton neste verão (um pop-up de verão perto do Píer de Huntington Beach está aberto).

Acho que a saga de Ziebarth merece seu próprio filme à la Richard Montañez, o zelador da Frito-Lay que se tornou o inventor do Flamin ’Hot Cheetos. Mas para uma geração de sul da Califórnia criada na tetina das taquerias e da culinária regional mexicana, o apelo do Naugles é quase indecifrável.

Ziebarth trabalhou com ex-funcionários e associados do fundador Dick Naugles para tentar replicar suas receitas. O que significa que o Naugles serve comida mexicana americanizada da década de 1970 - entradas de uma nota levemente temperadas isoladas com queijo e servidas em porções gigantescas. Os tacos padrão vêm em cascas duras e não se diferenciam da carne moída ou de frango; os "moles" são o que agora chamamos de "tacos": uma tortilha recheada com alguma coisa. Chamá-los de “tacos suaves” hoje em dia é como colocar “sushi” em itálico em uma crítica de comida.

Destaques culinários? O burrito de queijo é apenas uma enorme tortilha de farinha enrolada com cheddar derretido dentro e afunda em seu estômago como um prumo de chumbo atingindo o fundo do oceano. O pão taco é apenas um taco de casca dura disfarçado de hambúrguer. Um burrito de salada de frango - recentemente introduzido depois que Ziebarth descobriu que era um favorito fora do menu em uma filial da Fullerton na década de 1980 - é frio por dentro, quente por fora e tem gosto de uma versão refinada de Ralphs que alguém inevitavelmente traz. para uma festa noturna de volta às aulas.

O objetivo da Naugles é nada além de funcionar como uma fábrica de nostalgia, até os intermináveis ​​vídeos de surf e skate que vão ao ar em TVs de tela plana e o esquema de cores laranja-amarelo-marrom original que lembra os uniformes dos San Diego Padres quando Dave Winfield e Ozzie Smith estava em campo.

The easy critique is to label Naugles a culinary retcon that deserves to stay in the graveyard of bad restaurant ideas, like Sambo’s and pupu platters.

But it’s also the wrong critique.

I didn’t know what to expect when Ziebarth announced his plans, because I wasn’t familiar with Naugles’ food. I mostly knew the name because it made all my Mexican friends laugh: “Naugles” sounds like a homophone of “nalgas,” Mexican Spanish for “asses.”

But one day, Ziebarth dropped off some taco sauce at my old office: thick, sweet and nothing like a salsa because it wasn’t trying to be one.

That’s when it hit me: Ziebarth wasn’t trying to Columbus anything he wanted to revive a part of Southern California history. And so I should enjoy the food for what it was: satisfying and important.

I’ve eaten at Naugles at least 50 times since.

Cal-Mex food is in danger of dying. The El Cholos and Casa Vegas and Mitla Cafes of SoCal aren’t Internet-famous, and only draw people who grew up with the food and the youngsters they drag along for birthdays or retirement parties. Naugles is an important reclamation project, because it shows you how far Mexican food has evolved in this country but the past it represents wasn’t bad either, no matter what Diana Kennedy or Rick Bayless would have you believe.

Naugles sneaks up on ya. On my last visit, I ordered a “combo cup”: a medium foam cup of ground beef, refried beans and cheese with a side of tortilla chips.

A thin film of grease topped the contents when I opened the lid on my commute to the L.A. Times office. The beef was salty the beans, too soupy. I took three bites, using the sturdy chips as a spoon, and put aside the rest to throw away, figuring the meal was little better than empty calories.

Twenty minutes later, the cup was empty.

A Cal-Mex fast-food chain resurrected from the dead, with plans for expansion.

Localização: 18471 Mt. Langley, Fountain Valley (657) 845-7346 nauglestacos.com

Prices: Burritos, $3-$6 tacos $2.50-$4 cups, $4-$5.50 hamburgers, $4-$7

Details: Credit cards accepted. Sem álcool. Lot parking. Dining room and restroom are wheelchair accessible.


Review: Remember Naugles Tacos? Never heard of it? The cult Mexican fast-food chain is expanding

Costa Mesa’s Taco Maria and Hana Re earned a star apiece in the Michelin Guide’s latest California listings five restaurants scored a Bib Gourmand honor. Even more won general praise from Michelin’s critics, who didn’t get everything right. (Summit House in Fullerton, des imbéciles? That’s where area high-schoolers go on prom night!)

Diners from Los Angeles and beyond haunt the county like never before, to eat at Santa Ana’s loncheras and in Little Saigon, to explore Irvine’s Persian wonderlands and Anaheim’s Little Arabia, to eat French food in Newport Coast. A decade of local chefs on television shows, from Amar Santana to Jason Quinn to Dee Nguyen, has broadcast O.C. food to the world.

Yet the local restaurant that has intrigued me the most over the past few years is a fast-food Lazarus, a place only Gen Xers may ever truly love: Naugles Tacos.

It was a rival to Taco Bell and Del Taco in the fast-food Cal-Mex wars of the 1970s, until Del Taco acquired the company in 1995 and unceremoniously shut it down. The erasure was so complete that when local food writer Christian Ziebarth petitioned the United States Patent and Trademark Office in 2012 to take control of Naugles’ trademark, arguing that Del Taco had done nothing with it for decades and he was therefore legally allowed to revive the chain, the feds sided with him (Del Taco is still fighting the ruling).

Ziebarth knew what Del Taco didn’t: Culinary nostalgia is a powerful, lucrative force. And Naugles is Cal-Mex gold.

The opening weeks of Naugles’ Fountain Valley location in 2015 were so hectic that fans fainted in line because of the hours-long wait and excitement. As recently as May, a pop-up at Euryale Brewing Company in Riverside drew more than 700 people — far more than the 200 who reserved online.

“A common thing we heard,” Naugles wrote on its Facebook page after the event, “from people when they were picking up their food was, ‘It’s been so long since we’ve had Naugles, so gotta stock up!’ ”

Ziebarth’s hope is that fans won’t have to binge-eat much longer: He wants to open more than 100 Naugles across the country. A second permanent spot is slated for Stanton this summer (a summer pop-up near the Huntington Beach Pier is open).

I think Ziebarth’s saga deserves its own movie à la Richard Montañez, the Frito-Lay janitor turned inventor of Flamin’ Hot Cheetos. But for a generation of Southern Californians raised at the teat of taquerias and regional Mexican cuisine, the appeal of Naugles is almost indecipherable.

Ziebarth worked with former employees and associates of founder Dick Naugles to try to replicate his recipes. Which means that Naugles serves 1970s-era Americanized Mexican food — mildly spiced one-note entrees insulated with cheese and served in gargantuan portions. The default tacos come in hard shells and don’t veer from ground beef or chicken the “soft” ones are what we now call “tacos”: a tortilla stuffed with something. Calling them “soft tacos” nowadays is like italicizing “sushi” in a food review.

Culinary highlights? The cheese burrito is just a massive flour tortilla rolled up with melted cheddar inside and sinks into your stomach like a lead plummet hitting the ocean floor. The bun taco is just a hard-shell taco masquerading as a burger. A chicken club salad burrito — recently introduced after Ziebarth discovered it was an off-menu favorite at a Fullerton branch in the 1980s — is cold on the inside, warm on the outside, and tastes like a refined version of the Ralphs wraps someone inevitably brings to a back-to-school night potluck.

Naugles aims for nothing higher than to function as a nostalgia factory, down to the endless surf and skate videos that air on flat-screen televisions and the original orange-yellow-brown color scheme reminiscent of the San Diego Padres’ uniforms when Dave Winfield and Ozzie Smith were on the field.

The easy critique is to label Naugles a culinary retcon that deserves to stay in the graveyard of bad restaurant ideas, like Sambo’s and pupu platters.

But it’s also the wrong critique.

I didn’t know what to expect when Ziebarth announced his plans, because I wasn’t familiar with Naugles’ food. I mostly knew the name because it made all my Mexican friends laugh: “Naugles” sounds like a homophone of “nalgas,” Mexican Spanish for “asses.”

But one day, Ziebarth dropped off some taco sauce at my old office: thick, sweet and nothing like a salsa because it wasn’t trying to be one.

That’s when it hit me: Ziebarth wasn’t trying to Columbus anything he wanted to revive a part of Southern California history. And so I should enjoy the food for what it was: satisfying and important.

I’ve eaten at Naugles at least 50 times since.

Cal-Mex food is in danger of dying. The El Cholos and Casa Vegas and Mitla Cafes of SoCal aren’t Internet-famous, and only draw people who grew up with the food and the youngsters they drag along for birthdays or retirement parties. Naugles is an important reclamation project, because it shows you how far Mexican food has evolved in this country but the past it represents wasn’t bad either, no matter what Diana Kennedy or Rick Bayless would have you believe.

Naugles sneaks up on ya. On my last visit, I ordered a “combo cup”: a medium foam cup of ground beef, refried beans and cheese with a side of tortilla chips.

A thin film of grease topped the contents when I opened the lid on my commute to the L.A. Times office. The beef was salty the beans, too soupy. I took three bites, using the sturdy chips as a spoon, and put aside the rest to throw away, figuring the meal was little better than empty calories.

Twenty minutes later, the cup was empty.

A Cal-Mex fast-food chain resurrected from the dead, with plans for expansion.

Localização: 18471 Mt. Langley, Fountain Valley (657) 845-7346 nauglestacos.com

Prices: Burritos, $3-$6 tacos $2.50-$4 cups, $4-$5.50 hamburgers, $4-$7

Details: Credit cards accepted. Sem álcool. Lot parking. Dining room and restroom are wheelchair accessible.


Review: Remember Naugles Tacos? Never heard of it? The cult Mexican fast-food chain is expanding

Costa Mesa’s Taco Maria and Hana Re earned a star apiece in the Michelin Guide’s latest California listings five restaurants scored a Bib Gourmand honor. Even more won general praise from Michelin’s critics, who didn’t get everything right. (Summit House in Fullerton, des imbéciles? That’s where area high-schoolers go on prom night!)

Diners from Los Angeles and beyond haunt the county like never before, to eat at Santa Ana’s loncheras and in Little Saigon, to explore Irvine’s Persian wonderlands and Anaheim’s Little Arabia, to eat French food in Newport Coast. A decade of local chefs on television shows, from Amar Santana to Jason Quinn to Dee Nguyen, has broadcast O.C. food to the world.

Yet the local restaurant that has intrigued me the most over the past few years is a fast-food Lazarus, a place only Gen Xers may ever truly love: Naugles Tacos.

It was a rival to Taco Bell and Del Taco in the fast-food Cal-Mex wars of the 1970s, until Del Taco acquired the company in 1995 and unceremoniously shut it down. The erasure was so complete that when local food writer Christian Ziebarth petitioned the United States Patent and Trademark Office in 2012 to take control of Naugles’ trademark, arguing that Del Taco had done nothing with it for decades and he was therefore legally allowed to revive the chain, the feds sided with him (Del Taco is still fighting the ruling).

Ziebarth knew what Del Taco didn’t: Culinary nostalgia is a powerful, lucrative force. And Naugles is Cal-Mex gold.

The opening weeks of Naugles’ Fountain Valley location in 2015 were so hectic that fans fainted in line because of the hours-long wait and excitement. As recently as May, a pop-up at Euryale Brewing Company in Riverside drew more than 700 people — far more than the 200 who reserved online.

“A common thing we heard,” Naugles wrote on its Facebook page after the event, “from people when they were picking up their food was, ‘It’s been so long since we’ve had Naugles, so gotta stock up!’ ”

Ziebarth’s hope is that fans won’t have to binge-eat much longer: He wants to open more than 100 Naugles across the country. A second permanent spot is slated for Stanton this summer (a summer pop-up near the Huntington Beach Pier is open).

I think Ziebarth’s saga deserves its own movie à la Richard Montañez, the Frito-Lay janitor turned inventor of Flamin’ Hot Cheetos. But for a generation of Southern Californians raised at the teat of taquerias and regional Mexican cuisine, the appeal of Naugles is almost indecipherable.

Ziebarth worked with former employees and associates of founder Dick Naugles to try to replicate his recipes. Which means that Naugles serves 1970s-era Americanized Mexican food — mildly spiced one-note entrees insulated with cheese and served in gargantuan portions. The default tacos come in hard shells and don’t veer from ground beef or chicken the “soft” ones are what we now call “tacos”: a tortilla stuffed with something. Calling them “soft tacos” nowadays is like italicizing “sushi” in a food review.

Culinary highlights? The cheese burrito is just a massive flour tortilla rolled up with melted cheddar inside and sinks into your stomach like a lead plummet hitting the ocean floor. The bun taco is just a hard-shell taco masquerading as a burger. A chicken club salad burrito — recently introduced after Ziebarth discovered it was an off-menu favorite at a Fullerton branch in the 1980s — is cold on the inside, warm on the outside, and tastes like a refined version of the Ralphs wraps someone inevitably brings to a back-to-school night potluck.

Naugles aims for nothing higher than to function as a nostalgia factory, down to the endless surf and skate videos that air on flat-screen televisions and the original orange-yellow-brown color scheme reminiscent of the San Diego Padres’ uniforms when Dave Winfield and Ozzie Smith were on the field.

The easy critique is to label Naugles a culinary retcon that deserves to stay in the graveyard of bad restaurant ideas, like Sambo’s and pupu platters.

But it’s also the wrong critique.

I didn’t know what to expect when Ziebarth announced his plans, because I wasn’t familiar with Naugles’ food. I mostly knew the name because it made all my Mexican friends laugh: “Naugles” sounds like a homophone of “nalgas,” Mexican Spanish for “asses.”

But one day, Ziebarth dropped off some taco sauce at my old office: thick, sweet and nothing like a salsa because it wasn’t trying to be one.

That’s when it hit me: Ziebarth wasn’t trying to Columbus anything he wanted to revive a part of Southern California history. And so I should enjoy the food for what it was: satisfying and important.

I’ve eaten at Naugles at least 50 times since.

Cal-Mex food is in danger of dying. The El Cholos and Casa Vegas and Mitla Cafes of SoCal aren’t Internet-famous, and only draw people who grew up with the food and the youngsters they drag along for birthdays or retirement parties. Naugles is an important reclamation project, because it shows you how far Mexican food has evolved in this country but the past it represents wasn’t bad either, no matter what Diana Kennedy or Rick Bayless would have you believe.

Naugles sneaks up on ya. On my last visit, I ordered a “combo cup”: a medium foam cup of ground beef, refried beans and cheese with a side of tortilla chips.

A thin film of grease topped the contents when I opened the lid on my commute to the L.A. Times office. The beef was salty the beans, too soupy. I took three bites, using the sturdy chips as a spoon, and put aside the rest to throw away, figuring the meal was little better than empty calories.

Twenty minutes later, the cup was empty.

A Cal-Mex fast-food chain resurrected from the dead, with plans for expansion.

Localização: 18471 Mt. Langley, Fountain Valley (657) 845-7346 nauglestacos.com

Prices: Burritos, $3-$6 tacos $2.50-$4 cups, $4-$5.50 hamburgers, $4-$7

Details: Credit cards accepted. Sem álcool. Lot parking. Dining room and restroom are wheelchair accessible.


Review: Remember Naugles Tacos? Never heard of it? The cult Mexican fast-food chain is expanding

Costa Mesa’s Taco Maria and Hana Re earned a star apiece in the Michelin Guide’s latest California listings five restaurants scored a Bib Gourmand honor. Even more won general praise from Michelin’s critics, who didn’t get everything right. (Summit House in Fullerton, des imbéciles? That’s where area high-schoolers go on prom night!)

Diners from Los Angeles and beyond haunt the county like never before, to eat at Santa Ana’s loncheras and in Little Saigon, to explore Irvine’s Persian wonderlands and Anaheim’s Little Arabia, to eat French food in Newport Coast. A decade of local chefs on television shows, from Amar Santana to Jason Quinn to Dee Nguyen, has broadcast O.C. food to the world.

Yet the local restaurant that has intrigued me the most over the past few years is a fast-food Lazarus, a place only Gen Xers may ever truly love: Naugles Tacos.

It was a rival to Taco Bell and Del Taco in the fast-food Cal-Mex wars of the 1970s, until Del Taco acquired the company in 1995 and unceremoniously shut it down. The erasure was so complete that when local food writer Christian Ziebarth petitioned the United States Patent and Trademark Office in 2012 to take control of Naugles’ trademark, arguing that Del Taco had done nothing with it for decades and he was therefore legally allowed to revive the chain, the feds sided with him (Del Taco is still fighting the ruling).

Ziebarth knew what Del Taco didn’t: Culinary nostalgia is a powerful, lucrative force. And Naugles is Cal-Mex gold.

The opening weeks of Naugles’ Fountain Valley location in 2015 were so hectic that fans fainted in line because of the hours-long wait and excitement. As recently as May, a pop-up at Euryale Brewing Company in Riverside drew more than 700 people — far more than the 200 who reserved online.

“A common thing we heard,” Naugles wrote on its Facebook page after the event, “from people when they were picking up their food was, ‘It’s been so long since we’ve had Naugles, so gotta stock up!’ ”

Ziebarth’s hope is that fans won’t have to binge-eat much longer: He wants to open more than 100 Naugles across the country. A second permanent spot is slated for Stanton this summer (a summer pop-up near the Huntington Beach Pier is open).

I think Ziebarth’s saga deserves its own movie à la Richard Montañez, the Frito-Lay janitor turned inventor of Flamin’ Hot Cheetos. But for a generation of Southern Californians raised at the teat of taquerias and regional Mexican cuisine, the appeal of Naugles is almost indecipherable.

Ziebarth worked with former employees and associates of founder Dick Naugles to try to replicate his recipes. Which means that Naugles serves 1970s-era Americanized Mexican food — mildly spiced one-note entrees insulated with cheese and served in gargantuan portions. The default tacos come in hard shells and don’t veer from ground beef or chicken the “soft” ones are what we now call “tacos”: a tortilla stuffed with something. Calling them “soft tacos” nowadays is like italicizing “sushi” in a food review.

Culinary highlights? The cheese burrito is just a massive flour tortilla rolled up with melted cheddar inside and sinks into your stomach like a lead plummet hitting the ocean floor. The bun taco is just a hard-shell taco masquerading as a burger. A chicken club salad burrito — recently introduced after Ziebarth discovered it was an off-menu favorite at a Fullerton branch in the 1980s — is cold on the inside, warm on the outside, and tastes like a refined version of the Ralphs wraps someone inevitably brings to a back-to-school night potluck.

Naugles aims for nothing higher than to function as a nostalgia factory, down to the endless surf and skate videos that air on flat-screen televisions and the original orange-yellow-brown color scheme reminiscent of the San Diego Padres’ uniforms when Dave Winfield and Ozzie Smith were on the field.

The easy critique is to label Naugles a culinary retcon that deserves to stay in the graveyard of bad restaurant ideas, like Sambo’s and pupu platters.

But it’s also the wrong critique.

I didn’t know what to expect when Ziebarth announced his plans, because I wasn’t familiar with Naugles’ food. I mostly knew the name because it made all my Mexican friends laugh: “Naugles” sounds like a homophone of “nalgas,” Mexican Spanish for “asses.”

But one day, Ziebarth dropped off some taco sauce at my old office: thick, sweet and nothing like a salsa because it wasn’t trying to be one.

That’s when it hit me: Ziebarth wasn’t trying to Columbus anything he wanted to revive a part of Southern California history. And so I should enjoy the food for what it was: satisfying and important.

I’ve eaten at Naugles at least 50 times since.

Cal-Mex food is in danger of dying. The El Cholos and Casa Vegas and Mitla Cafes of SoCal aren’t Internet-famous, and only draw people who grew up with the food and the youngsters they drag along for birthdays or retirement parties. Naugles is an important reclamation project, because it shows you how far Mexican food has evolved in this country but the past it represents wasn’t bad either, no matter what Diana Kennedy or Rick Bayless would have you believe.

Naugles sneaks up on ya. On my last visit, I ordered a “combo cup”: a medium foam cup of ground beef, refried beans and cheese with a side of tortilla chips.

A thin film of grease topped the contents when I opened the lid on my commute to the L.A. Times office. The beef was salty the beans, too soupy. I took three bites, using the sturdy chips as a spoon, and put aside the rest to throw away, figuring the meal was little better than empty calories.

Twenty minutes later, the cup was empty.

A Cal-Mex fast-food chain resurrected from the dead, with plans for expansion.

Localização: 18471 Mt. Langley, Fountain Valley (657) 845-7346 nauglestacos.com

Prices: Burritos, $3-$6 tacos $2.50-$4 cups, $4-$5.50 hamburgers, $4-$7

Details: Credit cards accepted. Sem álcool. Lot parking. Dining room and restroom are wheelchair accessible.


Review: Remember Naugles Tacos? Never heard of it? The cult Mexican fast-food chain is expanding

Costa Mesa’s Taco Maria and Hana Re earned a star apiece in the Michelin Guide’s latest California listings five restaurants scored a Bib Gourmand honor. Even more won general praise from Michelin’s critics, who didn’t get everything right. (Summit House in Fullerton, des imbéciles? That’s where area high-schoolers go on prom night!)

Diners from Los Angeles and beyond haunt the county like never before, to eat at Santa Ana’s loncheras and in Little Saigon, to explore Irvine’s Persian wonderlands and Anaheim’s Little Arabia, to eat French food in Newport Coast. A decade of local chefs on television shows, from Amar Santana to Jason Quinn to Dee Nguyen, has broadcast O.C. food to the world.

Yet the local restaurant that has intrigued me the most over the past few years is a fast-food Lazarus, a place only Gen Xers may ever truly love: Naugles Tacos.

It was a rival to Taco Bell and Del Taco in the fast-food Cal-Mex wars of the 1970s, until Del Taco acquired the company in 1995 and unceremoniously shut it down. The erasure was so complete that when local food writer Christian Ziebarth petitioned the United States Patent and Trademark Office in 2012 to take control of Naugles’ trademark, arguing that Del Taco had done nothing with it for decades and he was therefore legally allowed to revive the chain, the feds sided with him (Del Taco is still fighting the ruling).

Ziebarth knew what Del Taco didn’t: Culinary nostalgia is a powerful, lucrative force. And Naugles is Cal-Mex gold.

The opening weeks of Naugles’ Fountain Valley location in 2015 were so hectic that fans fainted in line because of the hours-long wait and excitement. As recently as May, a pop-up at Euryale Brewing Company in Riverside drew more than 700 people — far more than the 200 who reserved online.

“A common thing we heard,” Naugles wrote on its Facebook page after the event, “from people when they were picking up their food was, ‘It’s been so long since we’ve had Naugles, so gotta stock up!’ ”

Ziebarth’s hope is that fans won’t have to binge-eat much longer: He wants to open more than 100 Naugles across the country. A second permanent spot is slated for Stanton this summer (a summer pop-up near the Huntington Beach Pier is open).

I think Ziebarth’s saga deserves its own movie à la Richard Montañez, the Frito-Lay janitor turned inventor of Flamin’ Hot Cheetos. But for a generation of Southern Californians raised at the teat of taquerias and regional Mexican cuisine, the appeal of Naugles is almost indecipherable.

Ziebarth worked with former employees and associates of founder Dick Naugles to try to replicate his recipes. Which means that Naugles serves 1970s-era Americanized Mexican food — mildly spiced one-note entrees insulated with cheese and served in gargantuan portions. The default tacos come in hard shells and don’t veer from ground beef or chicken the “soft” ones are what we now call “tacos”: a tortilla stuffed with something. Calling them “soft tacos” nowadays is like italicizing “sushi” in a food review.

Culinary highlights? The cheese burrito is just a massive flour tortilla rolled up with melted cheddar inside and sinks into your stomach like a lead plummet hitting the ocean floor. The bun taco is just a hard-shell taco masquerading as a burger. A chicken club salad burrito — recently introduced after Ziebarth discovered it was an off-menu favorite at a Fullerton branch in the 1980s — is cold on the inside, warm on the outside, and tastes like a refined version of the Ralphs wraps someone inevitably brings to a back-to-school night potluck.

Naugles aims for nothing higher than to function as a nostalgia factory, down to the endless surf and skate videos that air on flat-screen televisions and the original orange-yellow-brown color scheme reminiscent of the San Diego Padres’ uniforms when Dave Winfield and Ozzie Smith were on the field.

The easy critique is to label Naugles a culinary retcon that deserves to stay in the graveyard of bad restaurant ideas, like Sambo’s and pupu platters.

But it’s also the wrong critique.

I didn’t know what to expect when Ziebarth announced his plans, because I wasn’t familiar with Naugles’ food. I mostly knew the name because it made all my Mexican friends laugh: “Naugles” sounds like a homophone of “nalgas,” Mexican Spanish for “asses.”

But one day, Ziebarth dropped off some taco sauce at my old office: thick, sweet and nothing like a salsa because it wasn’t trying to be one.

That’s when it hit me: Ziebarth wasn’t trying to Columbus anything he wanted to revive a part of Southern California history. And so I should enjoy the food for what it was: satisfying and important.

I’ve eaten at Naugles at least 50 times since.

Cal-Mex food is in danger of dying. The El Cholos and Casa Vegas and Mitla Cafes of SoCal aren’t Internet-famous, and only draw people who grew up with the food and the youngsters they drag along for birthdays or retirement parties. Naugles is an important reclamation project, because it shows you how far Mexican food has evolved in this country but the past it represents wasn’t bad either, no matter what Diana Kennedy or Rick Bayless would have you believe.

Naugles sneaks up on ya. On my last visit, I ordered a “combo cup”: a medium foam cup of ground beef, refried beans and cheese with a side of tortilla chips.

A thin film of grease topped the contents when I opened the lid on my commute to the L.A. Times office. The beef was salty the beans, too soupy. I took three bites, using the sturdy chips as a spoon, and put aside the rest to throw away, figuring the meal was little better than empty calories.

Twenty minutes later, the cup was empty.

A Cal-Mex fast-food chain resurrected from the dead, with plans for expansion.

Localização: 18471 Mt. Langley, Fountain Valley (657) 845-7346 nauglestacos.com

Prices: Burritos, $3-$6 tacos $2.50-$4 cups, $4-$5.50 hamburgers, $4-$7

Details: Credit cards accepted. Sem álcool. Lot parking. Dining room and restroom are wheelchair accessible.


Review: Remember Naugles Tacos? Never heard of it? The cult Mexican fast-food chain is expanding

Costa Mesa’s Taco Maria and Hana Re earned a star apiece in the Michelin Guide’s latest California listings five restaurants scored a Bib Gourmand honor. Even more won general praise from Michelin’s critics, who didn’t get everything right. (Summit House in Fullerton, des imbéciles? That’s where area high-schoolers go on prom night!)

Diners from Los Angeles and beyond haunt the county like never before, to eat at Santa Ana’s loncheras and in Little Saigon, to explore Irvine’s Persian wonderlands and Anaheim’s Little Arabia, to eat French food in Newport Coast. A decade of local chefs on television shows, from Amar Santana to Jason Quinn to Dee Nguyen, has broadcast O.C. food to the world.

Yet the local restaurant that has intrigued me the most over the past few years is a fast-food Lazarus, a place only Gen Xers may ever truly love: Naugles Tacos.

It was a rival to Taco Bell and Del Taco in the fast-food Cal-Mex wars of the 1970s, until Del Taco acquired the company in 1995 and unceremoniously shut it down. The erasure was so complete that when local food writer Christian Ziebarth petitioned the United States Patent and Trademark Office in 2012 to take control of Naugles’ trademark, arguing that Del Taco had done nothing with it for decades and he was therefore legally allowed to revive the chain, the feds sided with him (Del Taco is still fighting the ruling).

Ziebarth knew what Del Taco didn’t: Culinary nostalgia is a powerful, lucrative force. And Naugles is Cal-Mex gold.

The opening weeks of Naugles’ Fountain Valley location in 2015 were so hectic that fans fainted in line because of the hours-long wait and excitement. As recently as May, a pop-up at Euryale Brewing Company in Riverside drew more than 700 people — far more than the 200 who reserved online.

“A common thing we heard,” Naugles wrote on its Facebook page after the event, “from people when they were picking up their food was, ‘It’s been so long since we’ve had Naugles, so gotta stock up!’ ”

Ziebarth’s hope is that fans won’t have to binge-eat much longer: He wants to open more than 100 Naugles across the country. A second permanent spot is slated for Stanton this summer (a summer pop-up near the Huntington Beach Pier is open).

I think Ziebarth’s saga deserves its own movie à la Richard Montañez, the Frito-Lay janitor turned inventor of Flamin’ Hot Cheetos. But for a generation of Southern Californians raised at the teat of taquerias and regional Mexican cuisine, the appeal of Naugles is almost indecipherable.

Ziebarth worked with former employees and associates of founder Dick Naugles to try to replicate his recipes. Which means that Naugles serves 1970s-era Americanized Mexican food — mildly spiced one-note entrees insulated with cheese and served in gargantuan portions. The default tacos come in hard shells and don’t veer from ground beef or chicken the “soft” ones are what we now call “tacos”: a tortilla stuffed with something. Calling them “soft tacos” nowadays is like italicizing “sushi” in a food review.

Culinary highlights? The cheese burrito is just a massive flour tortilla rolled up with melted cheddar inside and sinks into your stomach like a lead plummet hitting the ocean floor. The bun taco is just a hard-shell taco masquerading as a burger. A chicken club salad burrito — recently introduced after Ziebarth discovered it was an off-menu favorite at a Fullerton branch in the 1980s — is cold on the inside, warm on the outside, and tastes like a refined version of the Ralphs wraps someone inevitably brings to a back-to-school night potluck.

Naugles aims for nothing higher than to function as a nostalgia factory, down to the endless surf and skate videos that air on flat-screen televisions and the original orange-yellow-brown color scheme reminiscent of the San Diego Padres’ uniforms when Dave Winfield and Ozzie Smith were on the field.

The easy critique is to label Naugles a culinary retcon that deserves to stay in the graveyard of bad restaurant ideas, like Sambo’s and pupu platters.

But it’s also the wrong critique.

I didn’t know what to expect when Ziebarth announced his plans, because I wasn’t familiar with Naugles’ food. I mostly knew the name because it made all my Mexican friends laugh: “Naugles” sounds like a homophone of “nalgas,” Mexican Spanish for “asses.”

But one day, Ziebarth dropped off some taco sauce at my old office: thick, sweet and nothing like a salsa because it wasn’t trying to be one.

That’s when it hit me: Ziebarth wasn’t trying to Columbus anything he wanted to revive a part of Southern California history. And so I should enjoy the food for what it was: satisfying and important.

I’ve eaten at Naugles at least 50 times since.

Cal-Mex food is in danger of dying. The El Cholos and Casa Vegas and Mitla Cafes of SoCal aren’t Internet-famous, and only draw people who grew up with the food and the youngsters they drag along for birthdays or retirement parties. Naugles is an important reclamation project, because it shows you how far Mexican food has evolved in this country but the past it represents wasn’t bad either, no matter what Diana Kennedy or Rick Bayless would have you believe.

Naugles sneaks up on ya. On my last visit, I ordered a “combo cup”: a medium foam cup of ground beef, refried beans and cheese with a side of tortilla chips.

A thin film of grease topped the contents when I opened the lid on my commute to the L.A. Times office. The beef was salty the beans, too soupy. I took three bites, using the sturdy chips as a spoon, and put aside the rest to throw away, figuring the meal was little better than empty calories.

Twenty minutes later, the cup was empty.

A Cal-Mex fast-food chain resurrected from the dead, with plans for expansion.

Localização: 18471 Mt. Langley, Fountain Valley (657) 845-7346 nauglestacos.com

Prices: Burritos, $3-$6 tacos $2.50-$4 cups, $4-$5.50 hamburgers, $4-$7

Details: Credit cards accepted. Sem álcool. Lot parking. Dining room and restroom are wheelchair accessible.